ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Reduzir poluição visual é prioridade?

Posted by Armando em 07/06/2009

O prefeito de Londrina, Barbosa Neto, anunciou na semana passada o envio de projeto de lei para a Câmara Municipal para regulamentar a propaganda visual na cidade. De acordo com declarações deles dadas à imprensa, o objetivo é “reduzir o estresse” dos munícipes, que são bombardeados com inúmeras mensagens publicitárias ao transitar pela cidade.

De fato, em alguns locais de Londrina a poluição visual é intensa. Um exemplo é a Avenida Higienópolis, principalmente no trecho que dá acesso à Avenida Madre Leônia Milito.  A Avenida Tiradentes e aRua Sergipe também pecam pelo excesso de propagandas das inúmeras empresas ali instaladas, assim como outras ruas comerciais da cidade.

De certa forma, o prefeito Barbosa Neto tem razão ao atacar esse problema de Londrina. Mas aí cabe uma pergunta: isso é prioridade para a cidade? Acredito que não. Temos diversos outros problemas a resolver para melhorar a qualidade de vida da população. A recuperação das vias é uma delas, bem como a regularização de calçadas e o desentupimento de bueiros. Também carece de urgência a definição de estratégias para melhorar o trânsito, agilizar o atendimento nos postos de saúde, ampliar o número de vagas nas creches, como foi prometido durante a Campanha Eleitoral, e resolver muitas outras questões que, ao meu ver, precisam de mais atenção do Poder Público Municipal.

Feitas essas considerações, cabe agora indagar  ao prefeito se o ataque à  poluição visual é um anseio da sociedade e se a mesma foi consultada antes de formular tal projeto de lei. As diversas empresas de propaganda, os trabalhadores que atuam na área de comunicação  visual e, por que não, os comerciantes que anunciam em outdoors e em outros meios desse tipo foram ouvidos?

Parece que não. Pois em pouco mais de um mês de mandato não é possível realizar audiências públicas e debater de forma clara e transparente esse assunto, consultando todos os segmentos envolvidos, como é de costume  em regimes democráticos de administração pública. Por isso, insisto: a sociedade tem que ser consultada antes de ser levada em frente essa luta contra a poluição visual, assim como em todas as demais demandas de interesse mútuo da população.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: