ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Archive for 25 de julho de 2009

Ex-estudante de jornalismo, bancária relata infância em livro

Posted by Armando em 25/07/2009

Livro Marilza

A funcionária do Banco do Brasil de Ibiporã (PR), Marilza Ribeiro Longhi, conseguiu minimizar a tensão do serviço, repleto de números e confusões no dia-a-dia, com atividades culturais que praticava desde jovem. Aplicada nos estudos, sempre gostou de escrever, pintar e fazer teatro. Nesse embalo, chegou a fazer o curso de Comunicação Social na UEL (Universidade Estadual de Londrina) e optou por Jornalismo, mas na época foi transferida de cidade e teve que abandonar os estudos.

O hábito de escrever, porém, foi mantido. No tempo em que computador doméstico ainda não existia, Marilza começou a “rabiscar” num caderno as lembranças mais remotas. Anos depois, incentivada por um amigo, comprou um micro e todas as noites após o trabalho passou a transcrever sua história, sempre acompanhada da curiosa filha, que agora se transformou no livro “Retrato de Criança”. A obra está à venda através da internet no site:  http://clubedeautores.com.br/book/3109–RETRATO_DE_CRIANCA por apenas R$ 34,33.

“Com certeza, escrever é um ótimo exercício para a mente bancária, sempre cheia de números e confusões. Mas muitas histórias interessantes acontecem no ambiente do trabalho. Tenho diversas crônicas escritas utilizando o dia-a-dia no banco. Mas acima de ser um excelente exercício, escrever é uma forma de expressar sentimentos, descrever sensações, pintar em palavras a nossa vida,” argumenta a bancária, revelando que tem mais jeito com a escrita do que com a fala, embora atue na área de atendimento ao público. Em seu livro, Marilza fala sobre a infância em Ibiporã, da família, amigos e das paisagens do passado.

Embalada ao ver sua história materializada, a bancária escritora diz que já está no meio de um outro livro, que seria uma seqüência do primeiro, retratando passagens de sua adolescência. “O título é `Adolescente… que figura! Ali, vou contar novas peripécias da menina do sapato branco, agora em versão juvenil. São outros tipos de apuros”, adianta. Apesar de não ter concluído o curso de Comunicação Social, Marilza atua na área, trabalhando na Pastoral da Comunicação da Paróquia Nossa Senhora da Paz, em Ibiporã, onde produz um programa de TV dominical, exercendo a função de repórter e apresentadora. “Tudo voluntário. É muito gratificante”, ressalta a funcionária do Banco do Brasil há 26 anos e mãe de um casal de filhos.

Posted in NOTÍCIA | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: