ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Archive for 14 de agosto de 2009

Empresa da Vila Casoni encerra atividades após assassinato do proprietário

Posted by Armando em 14/08/2009

Com medo de nova tragédia, familiares encerraram as atividades da empresa

Com medo de nova tragédia, familiares encerraram as atividades da empresa

A Acrometal, empresa do ramo de material reciclado, situada na Vila Casoni, em Londrina, fechou as portas. No dia 25 de junho, seu proprietário, Otacílio Pires Tomaz, foi assassinado em frente à empresa quando tentava fugir de uma dupla de assaltantes que estava no interior do estabelecimento. Os dois assaltantes dispararam tiros contra seo Otacílio, que já se encontrava dentro de seu carro, e fugiram sem levar nada. Um deles foi preso dias depois pela Polícia e o outro encontra-se foragido.

Os familiares decidiram encerrar o negócio após essa tragédia. Agora, o imóvel onde operava a Acrometal está disponível para alugar. Essa tentativa frustrada de assalto deixou o saldo trágico de uma pessoa morta, uma presa, outra foragida e mais de dez desempregadas, além de uma empresa a menos na cidade.

Segundo comerciantes da Vila Casoni, os assaltos são constantes. O Bar localizado em frente ao imóvel onde funcionava a Acrometal foi roubado três vezes nos últimos 30 dias. Sebastião Celice, proprietário da Casa de Carnes Priscila, na Rua Belém, tomou uma atitude radical depois de ter sido assaltado quatro vezes: fechou as portas de seu comércio com grades e colocou um portão eletrônico. Só entram pessoas conhecidas e as que aparentam ser de boa-fé. “A insegurança é muito grande. Agora, pelo menos me sinto mais protegido”, desabafa o açougueiro, citando diversos outros casos de comerciantes vizinhos que também foram vítimas dos bandidos.

A cabelereira Aparecida Mamede disse que, “graças a Deus”, nunca foi assaltada. Dona de um salão de beleza próximo da Acrometal, ela conta que morava nas proximidades, mas resolveu mudar para outro lugar depois de ter sua residência invadida duas vezes por ladrões. “Tive que entrar num consórcio e com o dinheiro da carta de crédito consegui comprar uma casa em outro bairro”, suspira aliviada Cida, como é conhecida a cabelereira.

Sebastião Celice afirma que há algum tempo atrás o policiamento na Vila Casoni era melhor, havia duplas de PMs fazendo rondas pelas ruas.”Agora não tem mais. Acredito que isso não adianta, porque não dá para colocar policiais em cada esquina”, avalia o comerciante, apontando o alto índice de assaltos no bairro como consequência do uso de drogas pelos jovens. “Para sustentar o vício, eles saem por aí à procura de facilidades para arrumar dinheiro”, finaliza.

Sebastião: atrás das grades para evitar mais um assalto

Sebastião: atrás das grades para evitar mais um assalto

Posted in NOTÍCIA | Etiquetado: | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: