ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Londrina precisa, mesmo, da Guarda Municipal?

Posted by Armando em 26/09/2009

Guarda-municipalA Câmara Municipal de Londrina aprovou, em segundo turno, na sessão da última quinta-feira (24/09), o projeto que institui a Secretaria Municipal de Defesa Social e a Guarda Municipal. Após receber emendas dos vereadores, a matéria irá a votação final na próxima semana e, caso aprovada, será encaminhada para o prefeito Barbosa Neto (PDT).

As opiniões a respeito dessa iniciativa, que foi promessa de campanha do atual prefeito e de outros candidados nas eleições municipais, são divergentes. Alguns defendem a Guarda Municipal como uma alternativa apra melhorar a segurança na cidade, já que o efetivo da Polícia Militar não tem sido suficiente para conter a violência. Outros, como eu, são contrários por uma série de motivos. Vou explicar os meus, respeitando as posições dos demais cidadãos londrinenses, favoráveis e contrários à Guarda Municipal.

Na minha opinião, a colocação de 200 “guardinhas” nas ruas, com poder para multar e até portar armas de fogo, vai constranger a população. Como toda “autoridade”, eles vão tentar se impor e gerar conflitos, pois, com certeza não aceitarão os argumentos daqueles que se rebelarem contra seus atos.

Isso já acontece atualmente com os agentes da CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanismo). Estes usam seus blocos de notificações e canetas como verdadeiras armas. Recorrer das multas é tarefa nula.  Geralmente, aparecem em grupos, mas nunca estão no horário e local que a gente precisa. Será que com a Guarda Municipal vai ser diferente?

Outra coisa: na primeira etapa devem ser contratados 200 guardas municipais, com salário de R$ 805,00. Acrescentando a este valor 60% de encargos, isto vai gerar uma despesa anual superior a R$ 3 milhões ao município, sem contar os gastos com a estrutura necessária, aquisição de armas, carros, combustíveis, equipamentos de comunicação, bafômetros, decibelímetros, uniformes, coletes a prova de balas etc.

Com tudo isto, o investimento vai ser alto e imagina o quanto vai chegar quando forem efetivados os 1.000 cargos previstos no projeto que propõe a criação da Guarda Municipal de Londrina. Somando estes aos policiais civis, PMs e federais que atuam na cidade, teremos por aqui uma legião de homens da lei. Não quero nem estar por aqui quando eles se estranharem, como ocorreu recentemente em São Paulo, lembrando ainda as greves dos trabalhadores deste setor em Fortaleza, Goiânia e Araraquara realizadas este ano.

Acredito que o fim da violência em Londrina passa, necessariamente, pelo aumento do efetivo de PMs, o que precisa ser cobrado do Governo do Estado pelo prefeito, deputados e a sociedade civil organizada. O dinheiro que se pretende empenhar na Guarda Municipal poderia muito bem ser aplicado na ampliação do horário das aulas nas escolas municipais, como forma de entreter as crianças enquanto seus pais trabalham, e também na implantação de mais oficinas e cursos profissionais.

Estas seriam boas alternativas para formar a geração de londrinenses que atualmente está sendo arrebanhada pelo mundo do crime e das drogas.

11 Respostas para “Londrina precisa, mesmo, da Guarda Municipal?”

  1. alan lima said

    Armando, porque vc não se candidata a presidencia ? sabichão!

  2. Mauricio said

    Sr. armando, vc deve viver em um mundo paralelo ou coisa parecida, não tem noção do que é a guarda municipal nem do projeto de segurança publica. se de ao trabalho de ler o projeto do estatuto da guarda para depois fazer criticas, assim pelo menos vc não passaria pelo ridículo de criticar sem conhecimento.

    ADJ – Caro Maurício, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, assinada em 1948 pelas Nações Unidas, tem muitos direitos que deveriam ser praticados por nossa sociedade. Infelizmente, a maioria deles ficou só no papel. Como já disse um ex-presidente cassado: “o tempo é o senhor da razão”.

  3. Mauricio said

    Só uma informação adicional, os recursos para a guarda, armando virão do pronasci, que vc deve desconhecer tbm não é?

  4. João said

    Você será a primeiro a ser enquadrado! …”guardinha”, já começou desrespeitando uma autoridade constituída por lei!
    Você já está “Armando” confusão, não é mesmo?

  5. Rafael said

    Armando,”como toda autoridade” é uma forma infeliz de se expressar pois generaliza as autoridades dando a enteder que todos abusam do poder. Neste caso existem os profissionais mal preparados mas acredito que é a minoria. Acredito também que a guarda municipal vai ser criada para gerar um clima de segurança na população e não constranger como você afirma, serão constrangidos de fato áqueles que cometerem infrações. Por último gostaria que se colocasse numa situação hipotética na qual criminosos invadissem sua casa e colocassem seus bens e sua família em risco, a que autoridade você recorreria já que no seu imaginário todas sâo de má índole…..

    ADJ – Rafael, talvez tenha generalizado o abuso de autoridade ao comentar o que penso a respeito da Guarda Municipal. Nem me lembro direito o que escrevi a respeito; já faz tanto tempo. O fato é que este foi apenas um dos argumentos utilizados para me colocar contrário à criação deste órgão. Como já respondi a outra crítica: só mesmo o tempo para mostrar se tenho ou não razão.

  6. Sandra said

    Sr Armando, sendo a favor ou cntrário a criação da Guarda Municipal, o Sr deve respeito a esses homens e mulheres, pois, se tratam de trabalhadores! “guardinhas” não é um termo adequado para se referir a essas pessoas! não de deve ridicularizar o trabalho alheio! acredito que esses homens e mulheres irão contribuir para a segurança de Londrina! como vc acredita que só o tempo dirá..espere essa Guarda ser efetivada e mostrar seu trabalho na cidade..depois de suas opiniões, mas sempre respeitando essas pessoas! estamos a quase 1 mês com a Guarda nas ruas, e por enquanto estão fazendo um ótimo trabalho! Lembre-se vc não é obrigado a gostar…mas não pode desrespeitar…para alguem que cita a carta universal dos direitos humanos vc deveria entender que se trata entre outras coisas de respeito ao proximo! então respeite a Guarda Municipal, e se depois de alguem tempo vc não aprova-la refira-se a ela de maneira respeitosa!

    ADJ: cara Sra. Sandra, em momento algum em meu comentário a respeito da CRIAÇÃO da Guarda Municipal tratei os trabalhadores, que nem ainda eram contratados, pois isto foi há cerca de um ano. Quando me referi aos “guardinhas”, não foi no sentido de ofender e qualquer pessoa com um pouco de conhecimento sabe que é assim que a população denomina guardas de trânsito, fiscais de área de estacionamento municipal e outros trabalhadores que atuam em segurança, mas não são policiais.
    Lamento o tom raivoso de seu comentário e acredito que numa sociedade democrática todos têm direito de se manifestar acerca de questões que dizem respeito às coisas públicas. Antes de ser jornalista, sou contribuinte e dos impostos que pago, com certeza, uma parcela será destinada ao custeio da Guarda Municipal.
    Fui e sou contra sua criação, mas como minha opinião não vai mudar nada, espero que essa força municipal de segurança cumpra seu papel com competência, fazendo jus ao alto custo que a mesma trará aos cofres públicos.

    • lu said

      ola!armando(voce deve esta armando alguma ideia em relação a direitos humanos,impostos,custos que a guarda municipal vai ter),afinal de contas você esta misturando tudo,esta confuso com sua opinião.você iria gosta de ser chamado de jornalistazinho?acredito que os nossos governantes tem que fazer alguma coisa pela nossa segurança incluindo a sua e de sua familha,não acha?temos que encontrar soluções ,a que der resultado ficara,temos que fazer uma boa seleção na contratação deles.somos uma encrenagem neste mundo,precisamos um do outro.procure noticias que realmente ira ajudar a sociedade.se o governo não retirar esse dinheiro para a guarda municipal,vai tirar de qualquer maneira para investir na nossa seguranção que realmente esta precisando,nada mas justo que coloque a guarda,que ja esta preparando profissionas,o governo tem que investir na guarda em melhores preparos,isso vai acontecer com a guarda era previsto,porque tem que ter dom para tudo,você mesmo nunca seria um guarda isso é dom.se existimos e porque temos resultados,se querem investir e porque especialistas na area de segurança acreditam que podemos dar um resultado bom para a sociedade.pense nisso.não são pessoas comum que colocaram esse projeto.são pessoas que realmente estão querendo fazer alguma coisa pela nossa segurança.pense!

      ADJ – Respeito sua opinião, Lurdes. Sou e sempre fui defensor de mais investimentos em segurança pública, mas ainda não me convenci da viabilidade de guarda municipal de Londrina. Ainda não vi nenhum soldado dela passar em frente à minha casa, sequer em meu bairro.

  7. felix said

    “Gostaria de saber quais são os direitos e deveres dos guardas municipais e em caso de reclamação contra eles ou sujestão à favor à quem devemos recorrer para sermos atendidos.”

    ADJ: caro leitor, não disponho do Estatuto da Guarda Municipal de Londrina, mas acredito que deve ter no site de Prefeitura: http://home.londrina.pr.gov.br/homenovo.php. Qualquer coisa, encaminhe sua reclamação ao link “Fale com o Prefeito. Este sim está disponibilizado no site da Prefeitura.

  8. […]  LEIA TAMBÉMCoronel do RS Confirma Que Guardas Municipais Não Podem Abordar Londrina Precisa Mesmo Da Guarda Municipal Guarda Municipal de São José dos Pinhais é Reconduzida A Legalidade Guarda Municipal […]

    • Caro Policial Militar.net, creio que este coroné do RS, não tem a competência para confirmar quem pode abordar, não cabe à ele legislar. Caso tenha alguma dúvida digite no google Supervisor Aparecido e verá algumas ocorrências minhas, em nenhuma delas fui questinado por algum membro do ministério público. Este Coroné que se recolha à sua insignificância.

  9. Sim, Londrina precisa da Guarda Municipal, apesar de morar em Curitiba, observo a insegurança vivenciada pela população londrinense. Esta cidade merece ter mais segurança, há casos de cidades parananses que implantaram GM’s e conseguiram minimisar a insegurança pública, Foz do Iguaçú, S. osé dos Pinhais, Pinhais, Campo Largo, etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: