ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Archive for 8 de janeiro de 2010

Galões de água mineral: a quem recai o custo pela troca do galão?

Posted by Armando em 08/01/2010

Troca do galão está causando conflitos entre consumidores e fornecedores

Desde setembro de 2009 está em vigor a legislação que obriga a troca periódica dos galões de água mineral de 20 litros, medida que visa garantir a higiene dos recipientes. Como as empresas envasadoras não podem mais comercializar galões com mais de três anos de uso, virou uma guerra entre consumidores e fornecedores para ver quem vai arcar com o custo da troca.

O servidor público Newton Desordi disse que dias atrás sofreu uma sabatina de um comerciante em Londrina ao solicitar, por telefone, a entrega de água mineral. “Ele me perguntou a data de validade do galão e, como eu não sabia, foi difícil entender o que ele queria”, conta. Newton afirma que somente algum tempo depois conseguiu descobrir que a validade era apontada pelo sentido da seta no fundo do recipiente, onde esta a data de fabricação. Caso esta fosse superior a três anos, o comerciante não aceitaria o galão.

O proprietário da Beija-Flor Disque Água, José Jorge Pereira, afirma que tem enfrentado diversos problemas com este nova regra. “As pessoas não entendem que compraram o galão novo há vários anos e não querem arcar com o custo da troca. Nós, os entregadores, não podemos suportar isso, senão vamos ter muitos prejuízos e teremos que parar de trabalhar”, argumenta.

Para contornar conflitos, José Jorge diz que repassa o galão novo a preço de custo aos clientes, para aliviá-los um pouco, cobrando um valor de aproximadamente R$ 16,00. Em geral, o galão é vendido a R$ 20,00. Como não atuam diretamente junto aos consumidores, as empresas que produzem água mineral ficam de fora dessa briga e simplesmente se negam a levar galões vencidos que estão em posse das distribuidoras, ficando assim livres desse “mico”.

Com as constantes altas do preço do galão de água, cheguei a pagar R$ 8,50 num, resolvi partir para um purificador de água para sair dessa “fria” e evitar mais prejuízos no futuro. Paguei em torno de R$ 100,00 num purificador e de seis em seis meses terei que trocar o filtro interno. Com certeza, o custo será muito inferior e não terei que arcar com as despesas semanais relativas à compra de galões, não preciso ficar ligando para pedir água e muito menos esperar horas pela entrega. É outra vida, garanto.

Posted in NOTÍCIA | Etiquetado: , | 2 Comments »

 
%d blogueiros gostam disto: