ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Intransigência dos bancos deixa bancários em `pé de greve´

Posted by Armando em 17/09/2010

Após dois dias de negociações, realizadas na quarta e quinta-feira (15 e 16/09), em São Paulo, a Fenaban não apresentou ao Comando Nacional dos Bancários qualquer avanço em relação às cláusulas relacionadas à remuneração. Em resposta à enrolação dos bancos, o Comando já deliberou a realização de Assembleias gerais da categoria no dia 28 de setembro para avaliar o que será apresentado na rodada do próximo dia 22 e, conforme for a postura deles, deliberar a respeito da deflagração de Greve a partir do dia 29 de setembro.

“Foram quatro semanas de pura enrolação, marcadas pela rejeição de quase todas as reivindicações da categoria que dizem respeito à saúde, emprego, assédio moral e segurança. Em relação às questões econômicas, a Fenaban agiu da mesma forma, negando os avanços que queremos, além de propor a redução de alguns direitos, como o tempo de repasse do Auxílio-creche/babá”, relata  Wanderley Crivellari, presidente do Sindicato dos Bancários de Londrina. Para ele, desta forma os bancos demonstram mais uma vez que estão apostando na mobilização da categoria, que não tem outro caminho a seguir a não ser a deflagração de Greve.

“Não podemos aceitar esse retrocesso e o descaso dos bancos em relação à nossa Minuta de reivindicações, construída de forma série e com base nas necessidades da categoria”, avalia Damião Rodrigues, presidente do Sindicato dos Bancários de Apucarana. Para ele, os R$ 21, 7 bilhões de lucro obtidos no primeiro semestre deste ano pelos seis maiores bancos do País (BB, Caixa, Itaú Unibanco, Santander e HSBC) não deixam dúvida de que eles podem atender os anseios dos bancários. “Sabemos que os bancos têm condições de avançar e melhorar salários, condições de trabalho e a qualidade de vida daqueles que dão duro para atingir as metas cada vez mais altas e não abriremos mão disso”, ressalta.

Veja abaixo um resumo do que a Fenaban apresentou nas reuniões de negociação desta semana:

REAJUSTE – Os bancos disseram que o aumento de 11% reivindicados pela categoria é “inviável”, alegando que este índice não é compatível com a inflação sobre controle.

PISOS – Foi negada a valorização dos pisos, com base no salário mínimo do Dieese (R$ 2.157,30), com a justificativa de que estes ”não são baixos”.

PCCS – A Fenaban disse que esta questão tem que ser definida banco a banco, devido à gestão de competência e resultado de cada instituição. No entanto, aceita discutir o PCS em outra oportunidade em Seminário específico.

PLR – Bancos rejeitaram a reivindicação de pagamento de três salários mais um fixo de R$ 4 mil, dizendo que não querem mexer na regra atual, mas apenas corrigir os valores.

Auxílio-refeição/Cesta-alimentação – Foi negado o pagamento de um salário mínimo (R$ 510,00), como quer a categoria. Os bancos pretendem apenas aplicar o reajuste que for definido nas negociações deste ano.

AUXÍLIO-CRECHE/BABÁ –  Os bancos rejeitaram a reivindicação de elevação do valor para um salário mínimo (R$ 510,00) e querem reduzir a concessão dessa conquista dos atuais 6 anos e 11 meses para 5 anos e 11 meses. A  alegação deles é de que a lei de ensino fundamental reduziu a idade de ingresso escolar para 6 anos.

AUXÍLIO-EDUCAÇÃO – Foi rejeitada a inclusão deste direito na Convenção Coletiva Nacional. Para a Fenaban, este tema deve ser debatido banco a banco.

 PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR – Da mesma forma como o Auxílio-educação, a Fenaban não quer discutir esta questão e entende que deve ser negociado de forma específica com cada banco.

14º SALÁRIO – Os bancos negaram o pagamento deste benefício adicional à categoria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: