ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Archive for outubro \30\-03:00 2010

Eleições 2010: mensagem aos cristãos contaminados pelo ódio

Posted by Armando em 30/10/2010

À véspera da eleição para a Presidência da República, aproveito para publicar neste Blog resposta que enviei a um leitor indignado com o posicionamento de padres de Londrina a favor da candidatura de Dilma Roussef (PT). Preferências eleitorais e partidárias à parte, publico aqui o que penso a respeito desta eleição e espero que você reflita a respeito disso, pois em toda minha vida nunca vi tanta baixaria e violência gratuita em torno de um processo que deveria se dar em torno de propostas para o País. Como verá ao final do texto abaixo, espero que nas próximas eleições o comportamento dos candidatos seja diferente do que vimos nos últimos dias.

“Sou católico e dizimista também, mas não concordo com sua opinião. A forma como alguns padres e fiéis estão tratando esta questão é lamentável, pois está gerando discórdia e muito ódio nas pessoas em relação aos dois candidatos, o que, ao meu ver, não deveria ocorrer para quem crê em Deus e em tudo o que ele nos ensinou através de seu filho Jesus.
 
Apesar do candidato do PSDB dizer que Dilma é a favor do aborto, não declara que sua própria mulher já se submeteu a esse tipo de procedimento para retirar um filho. Isto está estampado na internet, inclusive com depoimentos de alunas de Mônica Serra, que teriam ouvido dela, em sala de aula, a afirmação de que já teria feito aborto .
 
Pois é. Conheci uma série de colegas de faculdade que também fizeram isso, pois não tinham condições de arcar com filhos na época. Uma delas hoje está casada e tem lindos filhos. Foi um erro do passado e não convém ficar julgando as pessoas por atos impensados, como foi o caso de Mônica Serra, de minhas amigas e de milhares de outras mulheres brasileiras.
 
O que não podemos aceitar, como cristãos que somos, é SATANIZAR a candidata Dilma por uma coisa que ela não fez. Ninguém até hoje publicou uma declaração dela dizendo ser a favor do aborto, nem mesmo foi visto algum áudio ou vídeo com tal posicionamento. É tudo invenção dos maus políticos, que querem chegar ao poder a qualquer custo.
 
Todos sabemos que por trás dessa questão está uma oposição que não quer ver o Partido dos Trabalhadores por mais oito anos no comando do País. Infelizmente colocaram esse boato nas ruas, gerando discussões acaloradas e a ruptura de amizades antigas, o que não é bom para ninguém.
 
Felizmente faltam poucos dias para que tudo isso se acabe. Penso que no dia 1º de novembro todos devemos fazer uma análise do que se passou nas eleições deste ano para que toda essa podridão não venha à tona no próximo pleito. Espero que com isto possamos discutir política de forma sensata, verdadeira e não com mentiras, como vimos agora, implantadas aos montes por aquele que se intitula do BEM.”

Posted in OPINIÃO | Etiquetado: | Leave a Comment »

Padres de Londrina divulgam Carta Aberta em apoio a Dilma

Posted by Armando em 28/10/2010

Um grupo de padres e religiosos de Londrina divulgou Carta Aberta à população expressando sua posição em relação ao segundo turno da eleição para a Presidência da República, como forma de reverter o que a mídia divulgou nos últimos dias para comprometer a imagem da candidata Dilma Rousseff (Coligação Para o Brasil Seguir Mudando).

O documento, assinado por 18 padres, freis e irmãos, destaca as ações do Governo Lula em defesa da vida e lembra que foi José Serra (PSDB), quando ocupou o Ministério da Saúde no governo de Fernando Henrique Cardoso, quem regulamentou a Lei do Aborto no SUS (Serviços Único de Saúde).

A iniciativa deste grupo de padres e religiosos é um exemplo de fazer política para o conjunto da sociedade, diferenciado do que tem feito os grandes veículos de comunicação e mensagens apócrifas espalhadas aos montes pela internet, que satanizam Dilma Roussef, sem levar em conta o mal que José Serra e seus correligionários do PSDB e do DEM fizeram ao Brasil, vendendo tudo o que conseguiram e deixando o País à mingua, ampliando as desigualdades sociais enquanto estiveram no poder.

Leia abaixo a íntegra da Carta Aberta dos padres e religiosos de Londrina e tire suas próprias conclusões sobre quem realmente representa o BEM nesta eleição.

CARTA ABERTA DE PADRES E RELIGIOSOS SOBRE A ELEIÇÃO

‘Se nos calarmos, até as pedras gritarão!” (Lc 19,40)

Nós, padres e religiosos, abaixo assinados, diante da avalanche de manifestos de religiosos católicos e evangélicos divulgados pelos meios de comunicação, nos sentimos na obrigação de vir a público para expressar também a nossa posição.

Como a discussão política tem girado em torno da questão da vida, queremos dizer que o Governo destes últimos oito anos tem dado um bom exemplo de defesa da vida, tirando milhões de famílias da miséria, melhorando os salários, aumentando o emprego, investindo na melhoria das condições de trabalho dos pequenos agricultores, cuidando da educação, ao ponto de dar oportunidade aos jovens pobres de chegar à educação superior, além da melhoria na saúde e em todas as áreas da administração pública.

Quanto ao aborto, lembramos que foi o candidato José Serra (PSDB), quem regulamentou a Lei do Abordo, regulamentando o atendimento no SUS, em 1988, quando foi ministro da Saúde.

Para que a atual administração a favor da vida para todos não tenha interrupção, mas continue e avance sempre mais, vimos a público declarar nosso voto a favor da candidata Dilma – 13 e convidamos todos os eleitores e eleitoras, defensores da vida para nos acompanhar nesta nossa opção.

Assinamos:

– Pe. Jorge Pereira de Melo – Paróquia Santa Cruz (Cinco Conjuntos)
– Pe. João Batista Pires – Paróquia Santa Mônica (Jd. Santa Mônica)
– Pe. José Onero dos Santos – Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Vila Nova)
– Pe. Paulo Roberto Martins – Paróquia Nossa Senhora do Rosário (Vila Recreio)
– Ir. Bruno dos Reis Paula, CR – Paróquia Nossa Senhora do Carmo (Ouro Branco)
– Pe. José Alves de Souza – Paróquia Nossa Senhora dos Apóstolos (Shangri-lá)
– Pe. Paulo Brincat – Paróquia Nossa Senhora das Graças (Vila Brasil)
– Pe. Altair Manieri – Paróquia Nossa Senhora dos Migrantes (Jd. Novo Bandeirantes)
– Pe.  Delcides André de Souza, CR – Paróquia Nossa Senhora do Carmo (Ouro Branco)
– Fr. Ildo Perondi – Capuchinho
– Pe.  Mauro Pedrinelli – Paróquia Imaculada Conceição (Centro)
– Pe. Agenor Martins da Silva, CSSR – Missionário Redentorista
– Pe. Luiz Laudino – Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem
– Pe. Diceu Luiz Fumagalli – Diocesano/CPT Nacional
– Frei Vicente Artuso – Capuchinho
– Pe. Carlos Alberto Wessler – Josefinos de Murialdo
– Frei José Bispo de Souza – Josefinos de Murialdo

Posted in NOTÍCIA | Etiquetado: | 2 Comments »

Menina Bar abre as portas dia 28/10 em novo local

Posted by Armando em 27/10/2010

O Menina Bar fará amanhã (28/10) a reinauguração do novo espaço, na Avenida Santos Dumont, em Londrina, com direito a uma melhor acústica, cardápio renovado, mais conforto, acessibilidade e estacionamento fácil. Segundo Márcio Lobo, proprietário do estabelecimento, os preços continuarão os mesmos. Na festa de reinauguração terá apresentação da Banda Retrovisor e Stand Up Comedy, com Arthur Santana e Paulo Deodato.  Não haverá cobrança de couvert.

Na sexta-feira (29/10), o Menina Bar terá apresentação do grupo “Os Coringas do Samba”, com couvert de R$ 8,00, por pessoa. A Banda “Moby Dick”, com o repertório de Rock and Roll Forever, encerrará a Programação da semana, no sábado, com couvert também a R$ 8,00. No domingo está garantida aquela feijoada.

O Bar agora está localizado na Avenida Santos Dumont, 1.113, no Bairro Aeroporto, Zona Leste de Londrina, bem perto do Centro.

Posted in NOTÍCIA | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Dirigentes sindicais de Londrina saem às ruas em busca de apoio para Dilma

Posted by Armando em 25/10/2010

Dirigentes sindicais de Londrina de diversas categorias profissionais se uniram e estão mobilizados para buscar apoio à candidata à Presidência da República, Dilma Roussef (PT-PMDB-PTN-PSC-PCdoB e). No último sábado (23/10) e hoje (25/10) os sindicalistas realizaram corpo-a-corpo com a população no Calçadão da cidade e no Terminal Urbano de ônibus para convencer os eleitores a votarem na petista e assim reverter sua votação em Londrina. No primeiro turno ela ficou em terceiro lugar na cidade.

O material utilizado pelos dirigentes sindicais traz um comparativo entre os governos de FHC e Lula, demonstrando as diferenças na economia nos campos social, educação, habitação e outros. Também são destacados os repasses de recursos para o município durante os sete anos de gestão de Lula, que somam mais de R$ 1,2 bilhão.

Paulo Lima, bancário aposentado do Banco do Brasil é um dos coordenadores do Movimento Sindical pró-Dilma, afirma que esta mobilização é necessária para abrir os olhos dos londrinenses para o risco de eleger José Serra (PSDB). “Esse candidato do DEM (sic) tem um histórico de privatizações durante o governo FHC, no qual foi responsável pelo plano de privatizações e não desistiu de se desfazer de empresas públicas, basta ver a venda da Nossa Caixa efetuada no ano passado ao Banco do Brasil”, argumenta Paulo.

Ele conta que no material informativo também é lembrada o fraco desempenho de Serra como deputado constituinte, em 1988, quando obteve nota 3,75 pelo Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) por ter se posicionado contrário a diversos direitos dos trabalhadores.  “Ter ele como presidente pode significar também a aprovação no Congresso Nacional de projetos que flexibilizam direitos dos trabalhadores, como FHC fazia. Basta ver sua conduta ao não assinar compromisso de combate à escravidão no Brasil”, ressalta o bancário aposentado.

Clique nos links abaixo para ler o Jornal do Movimento Sindical de Londrina:

Capa

Pág. 2

Posted in NOTÍCIA | Etiquetado: | Leave a Comment »

Empresas de comunicação do Paraná recuam na intenção de reduzir direitos dos jornalistas

Posted by Armando em 20/10/2010

O protesto em Londrina ocorreu em frente às emissoras RPC e Rede Massa. Foto: Juliana Mastelini

A rodada de negociação entre o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná, representando o Sindicato dos Jornalistas do Norte do Paraná e a categoria em todo o Estado, e o Sindicato das Empresas de rádio, TV e impressos, realizada na última segunda-feira (18/10), em Curitiba, foi acompanhada de protestos na capital e em Londrina. Cerca de 60 pessoas, entre profissionais e estudantes, portando faixas com o mote da Campanha Salarial 2010: “Não pise no meu Piso”, promoveram um apitaço em frente à Aerp (Associação da Empresas de Radiodifusão do Paraná. Em Londrina, aproximadamente 20 pessoas, reunindo jornalistas, diretores do Sindicato e estudantes, também protestaram em defesa do piso em frente à RPC, Rede Massa e Jornal de Londrina.

Durante a reunião os patrões receberam como resposta à proposta de redução do piso salarial para o interior, corte no adicional de horas extras e congelamento do anuênio um sonoro “NÃO”. Os sindicalistas informaram aos representantes das empresas que as Assembleias realizadas nas diversas cidades do Estado rejeitaram, por unanimidade, a redução dos direitos.

Diante deste posicionamento e da mobilização da categoria, o Sindicato patronal retiram sua proposta e nova rodada de negociação foi agendada para as 14h00 do próximo dia 25 de outubro, na sede do SindJor/PR, em Curitiba. Na avaliação do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Norte do Paraná, Ayoub Hanna Ayoub, a decisão das empresas reflete a insatisfação demonstrada pelos jornalistas de todo o Estado, que se rebelaram contra o piso de R$ 1.200,00 para o interior e a redução de outros direitos.

“Estamos programando novas ações para reforçar a Campanha “Não pise no meu Piso” e para pressionar os patrões a discutirem nossa pauta de reivindicações. Não podemos admitir a perda de direitos no momento em que outros setores da sociedade negociam acordos com vantagens para os trabalhadores, inclusive com ótimos índices de aumento real de salário, como ocorreu na semana passada, por exemplo, com os bancários”, argumenta Ayoub.

Posted in JORNALISMO, NOTÍCIA | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Edição Especial do VIDA BANCÁRIA informa os novos direitos da categoria

Posted by Armando em 19/10/2010

O Jornal VIDA BANCÁRIA volta a circular após três semanas de recesso, em função dos 15 dias de Greve da  categoria, encerrada no dia 14 de outubro. A Edição Especial desta semana traz um relato sobre a maior mobilização dos bancários nos últimos 20 anos, bem como os avanços conquistados através da paralisação das atividades em 8.280 unidades nos 26 Estados brasileiros e no Distrito Federal.

Entre outras conquistas, o VIDA destaca a valorização nos pisos, que alcançou até 11,54% de aumento real nos bancos privados para a função de Escriturário, aumento na Participação nos Lucros e Resultados entre outras vantagens. Além das questões econômicas, a Greve dos bancários assegurou a inclusão de cláusulas na Convenção Coletiva de Trabalho Nacional com mecanismos para inibir a prática de assédio moral nos bancos e atendimento médico e psicológico a bancários vítimas de assaltos/sequestros.

No Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal a mobilização dos funcionários conseguiu estabelecer pisos de R$ 1.600,00, pagamento de gratificações/promoções. No BB, foi mantido o atual modelo de Participação nos Lucros, considerado o melhor da categoria, e na Caixa os empregados receberão uma PLR Extra, equivalente a 4% do lucro do bancos, a ser distribuído de forma linear.

pág. 8, o VIDA BANCÁRIA recorda os 10 anos de privatização do Banestado, antigo Banco do Estado do Paraná, privatizado nas gestões de Jaime Lerner e Fernando Henrique Cardoso. O jornal ainda faz um alerta aos bancários para avaliarem bem em quem votar no segundo turno da eleição presidencial para evitarem cair no retrocesso, elegendo o candidato que coordenou as privatizações no Brasil. 

Confira os avanços obtidos pelos bancários na Campanha Nacional Unificada 2010 e outras informações clicando nos links abaixo:

Capa

Pág. 2

Pág. 3

Pág. 4

Pág. 5

Pág. 6

Pág. 7

Pág. 8

Posted in VIDA BANCÁRIA | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Federação Nacional dos Jornalistas divulga Carta aos presidenciáveis

Posted by Armando em 18/10/2010

A FENAJ (Federação Nacional dos Jornalistas) emitiu Carta no dia 15 de outubro, na qual reivindica aos candidatos à Presidência da República, Dilma Roussef (PT) e José Serra (PSDB), se comprometam com as bandeiras de democratização da comunicação, liberdade de imprensa e de expressão, conforme aprovado na I Conferência Nacional de Comunicação, realizada em dezembro de 2009. Leia abaixo a  Carta da FENAJ:

CARTA ABERTA AOS PRESIDENCIÁVEIS

Os jornalistas brasileiros, legitimamente representados pela FENAJ e os seus 31 Sindicatos filiados, vêm a público reivindicar dos candidatos à Presidência da República que se comprometam com as bandeiras da democratização da comunicação e com a defesa do Jornalismo como bem público essencial à democracia, e dos jornalistas como categoria profissional responsável pela efetivação do direito da sociedade à informação.

Há no país uma ação permanente patrocinada pelos grandes grupos de comunicação para desqualificar o Jornalismo, confundindo propositadamente a produção de informação com entretenimento, ficção e mera opinião. Igualmente, a categoria dos jornalistas sofre ataques à sua constituição e organização.

Por isso, mais uma vez, os jornalistas brasileiros afirmam a defesa da regulamentação da profissão e conclamam a futura ou futuro presidente a apoiar a luta pela aprovação das Propostas de Emendas Constitucionais (PECs), em tramitação no Congresso Nacional, que restituem a exigência da formação de nível superior específica para o exercício do Jornalismo.

Nossa categoria entende que a luta pela regulamentação da profissão e pela democracia da comunicação é de interesse público. Baseada nesta compreensão, pede a continuidade da Conferência Nacional de Comunicação (Confecom) como instância democrática e plural de discussão e deliberação das políticas públicas para o setor.

Afirmamos a necessidade de o governo brasileiro dar sequência às decisões da 1ª Confecom, destacando como prioridade a criação do Conselho Nacional de Comunicação como instância deliberativa, do Conselho Federal de Jornalistas (CFJ) e do Código de Ética do Jornalismo assim como a aprovação de uma nova e democrática Lei de Imprensa para o país.

Os jornalistas brasileiros têm a certeza de que o futuro ou futura presidente da República comprometer-se-á com a construção desse grande projeto nacional porque significa a defesa da Liberdade de Expressão e Imprensa e da democracia no Jornalismo, na Comunicação e no Brasil.

FENAJ – Federação Nacional dos Jornalistas

Brasília, 15 de outubro de 2010.

Posted in JORNALISMO, NOTÍCIA | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Bancários aprovam propostas dos bancos e encerram Greve

Posted by Armando em 13/10/2010

A maioria das Assembleias dos bancários, realizadas hoje à noite em diversas regiões do País, aprovou as propostas negociadas entre o Comando Nacional da categoria e a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e as direções do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal.  No Norte do Paraná, as deliberações nas bases sindicais de Londrina, Apucarana, Cornélio Procópio e de Arapoti também foram as mesmas, aceitar as propostas dos bancos e encerrar a Greve iniciada no dia 29 de setembro.

A proposta da Fenaban, que é válida para todos os bancos privados e serve de base  para os funcionários do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, estabelece índice de reajuste de 7,5% (o que representa aumento real de 3,1%) para quem ganha até R$ 5.250,00. Para salários superiores a este valor a proposta prevê um fixo de R$ 393,75 ou reajuste de 4,29% (que é a inflação acumulada nos últimos 12 meses) – o que for maior. No BB e na Caixa não existe este teto de R$ 5.250,00, significando que todos os funcionários destas instituições terão seus salários reajustados em 7,5%.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Londrina, Wanderley Crivellari, acredita que a participação maciça da categoria forçou os bancos a reverem o posicionamento inicial nas negociações deste ano. “Nas últimas reuniões realizadas entre o Comando Nacional e os bancos eles rejeitaram praticamente todas as nossas reivindicações e só concordavam em repor a inflação acumulada, que ficou em 4,29%. A Greve fez com que eles fossem muito além disso e conseguimos fechar as negociações com índices de aumento real que vão de 3,1% a 11,54% a mais nos salários de alguns segmentos da categoria”, aponta.

Wanderley também destaca como positivo na Campanha Nacional Unificada 2010 dos bancários a inclusão na Convenção Coletiva de Trabalho de mecanismos para evitar conflitos no ambiente de trabalho, visando conter o assédio moral. “Este é atualmente um dos maiores problemas enfrentados pelos bancários. Precisamos destes mecanismos para coibir condutas abusivas de gestores, que muitas vezes extrapolam seus poderes na cobrança para que as metas de vendas de produtos sejam atingidas”, explica.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Londrina considera também como avanço da Greve da categoria este ano o atendimento médico e psicológico aos bancários vitimados por assalto ou seqüestro, além da possibilidade de mudarem de local de trabalho. “A segurança é uma preocupação constante do movimento sindical, que agora conseguiu estabelecer condutas dos bancos para garantir atendimento adequado aos bancários que passarem por momentos de violência nas mãos de assaltantes”, finaliza Wanderley.

Na próxima semana a Contraf (Confederação Nacional dos Bancários) deve assinar a Convenção Coletiva Nacional 2010/2011 dos bancários e os Acordos Aditivos do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, que têm abrangência em todo o Brasil.

Posted in NOTÍCIA | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Bancários em Greve conseguem 7,5% de reajuste e aumento nos pisos

Posted by Armando em 12/10/2010

Bancários definirão nas Assembleias desta quarta (13/10) a continuidade ou não da Greve

O Comando Nacional dos Bancários fechou ontem (11/10), em São Paulo, as negociações com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), com o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, após 13 dias de paralisação dos trabalhadores do setor. As propostas definidas com os bancos serão analisadas e votadas em Assembleias Gerais dos bancários a serem realizadas amanhã (13/10) em todo o País, podendo deliberar o fim da Greve da categoria.

A negociação com a Fenaban foi definido o pagamento de reajuste de 7,5% para quem ganha até R$ 5.250,0, o que representa aumento real nos salários de 3,1%, e um fixo de R$ 393,75 ou 4,29% para detentores de salários maiores do que R4 5.250,00. A PLR (Participação nos Lucros e Resultados) será de 90% do salário mais R$ 1.100,80, com teto de R$ 7.181,00, além de PLR Adicional de 2% do lucro líquido do banco, distribuídos de forma linear entre os funcionários. Os bancários também conseguiram um reajsute de 16,33% nos pisos da categoria.

No Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal as negociações garantiram o reajuste de 7,5% para todos os funcionários sem a incidência do teto de R$ 5.250,00, estelecido com a Fenaban. Nestes dois bancos públicos federais as propostas também incluem valores adicionais para a PLR, aumentos nos valores dos níveis dos PCSs (Planos de Cargos e Salários) e outras vantagens.

Como o Comando Nacional dos Bancários ainda não avaliou o resultado das negociações, ainda não é possível saber se as Assembleias de amanhã da categoria deliberarão o fim da Greve Nacional. Sendo assim, nesta quarta-feira (13/11) as agências bancárias continuarão fechadas.

Posted in NOTÍCIA | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Serra apagou do currículo o abandono da UNE, dos estudantes e do Brasil

Posted by Armando em 11/10/2010

Acostumado a bater firme em sua adversária Dilma Roussef (PT), discursando aos quatro cantos que tem “história”, experiente e que é o melhor em tudo, José Serra omitiu em seu currículo o que ocorreu no início de abril de 1964, quando os militares tomaram o poder no Brasil. Lendo artigo do professor Emir Sader: “Duas trajetórias distintas“, publicado no porta da Carta Maior no dia 26 de setembro de 2009, fiquei sabendo um pouco mais sobre o comportamento do então jovem estudante e presidente da UNE (União Nacional dos Estudantes).

No artigo, Sader lembra que Serra sempre teve sede de poder e usou de todos os artifícios para chegar ao comando da UNE. “José Serra era dirigente estudantil, tinha sido presidente do Grêmio Politécnico, da Escola de Engenharia da USP. Já com aquela ânsia de poder que seguiu caracterizando-o por toda a vida, brigou duramente até conseguir ser presidente da União Estadual dos Estudantes (UEE) de São Paulo e, com os mesmos meios de não se deter diante de nada, chegou a ser presidente da UNE.”

Disse ainda o professor que semanas antes de  instalada a Ditadura, em março de 1964, o candidato a presidente nas eleições deste ano discursou bravamente em comício realizado na Central do Brasil e que no dia do Golpe dos militares chegou até a decretar Greve Geral dos estudantes. Infelizmente, como recorda Emir Sader, o MEDO dos milicos pesou mais e José Serra abandonou os estudantes, a UNE e o Brasil.

Este fato o tucano não site entre os feitos exaltados em sua campanha eleitoral. Com certeza, seus correligionários de 1964 não se esqueceram disso, como o professor Sader. Essa história não pegaria bem na biografia de quem quer chegar ao poder a qualquer custo.

Essa profunda ambição justifica aos incansáveis ataques a Dilma, que, ao contrário de Serra, permaneceu no País durante a Ditadura e participou efetivamente da resistência, pagando caro por isso. Como bem lembrou Emir Sader: “Ficou claro o caráter de Serra, que só voltou ao Brasil quando já havia condições de trabalho legal da oposição, sem maiores riscos.

Será este o presidente que nosso País merece?

Posted in OPINIÃO | Etiquetado: | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: