ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Projeto na Câmara tenta brecar resoluções do BC que ampliam correspondentes bancários

Posted by Armando em 20/07/2011

O PDL (Projeto de Decreto Legislativo) 214/2011, que estabelece a anulação de Resoluções editadas pelo Banco Central do Brasil este ano, criando mais facilidades para que os bancos utilizem os chamados “correspondentes bancários”, será objeto de debate em Audiência Pública na Câmara Federal. Conforme noticia o jornal VIDA BANCÁRIA, informativo dos Sindicatos de Bancários de Londrina, Apucarana, Arapoti e Cornélio Procópio, a categoria quer ampliar a discussão em torno desta questão, com vistas a impedir o aumento da terceirização de serviços no setor e evitar riscos ao sigilo bancário dos clientes.

Com base na Resolução 3.954, do BC, os bancos agora podem criar empresas para serem correspondentes deles mesmos, o que significa economia de custos com abertura de agências e a contratação de bancários. “Isso só é vantajoso para os bancos, mas prejudica clientes e trabalhadores”, argumentou o deputado Ricardo Berzoini (PT-SP), funcionário licenciado do Banco do Brasil e ex-dirigente sindical na capital paulista.

Para Wanderley Crivellari, presidente do Sindicato dos Bancários de Londrina, o BC extrapolou suas atribuições ao determinar as facilidades para os bancos, alterando a legislação que regulamenta o Sistema Financeiro Nacional e até mesmo as Leis trabalhistas. “O Banco Central usurpou o papel do Congresso Nacional e está legislando a favor dos interesses dos bancos,” afirmou. De acordo com Wanderley, os trabalhadores que atuam nos correspondentes dos bancos não pagam aos seus funcionários os mesmos direitos estabelecidos aos bancários na Convenção Coletiva da Categoria, apesar de executarem praticamente os mesmos serviços. “Essa é uma forma que os bancos encontraram para reduzir custos”, acrescentou.

A edição desta semana do VIDA BANCÁRIA traz ainda informações a respeito das mobilizações realizadas pela categoria em Londrina e em Cornélio Procópio nos últimos dias, como forma de pressionar o fim das demissões no Itaú Unibanco e no Santander. O jornal destaca também o protesto feito pelo Sindicato dos Bancários de Apucarana no dia 12 de julho no Banco do Brasil em Borrazópolis, pressionando a instalação de mais um caixa eletrônico na agência daquele município.

Segundo Damião Rodrigues, presidente da entidade, apesar de ser responsável pelo atendimento das populações de quatro municípios, aquela unidade tem apenas dois caixas convencionais e estava operando com apenas um caixa eletrônico, causando transtornos aos clientes. Após o protesto o banco agilizou os serviços e reinstalou o equipamento que havia sido retirado por ter sido danificado por uma tentativa de roubo ocorrido na agência.

Leia o VIDA na íntegra clicando nos links abaixo:

Capa

Pág. 2

Pág. 3

Pág. 4

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: