ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Sindicato dos Bancários de Londrina reverte demissões de lesionados

Posted by Armando em 25/10/2012

O Sindicato dos Bancários de Londrina está combatendo a exploração dos bancos com o uso da legislação trabalhista. Este ano, de janeiro ao início de outubro, a Secretaria de Saúde da entidade conseguiu reintegrar ao trabalho oito bancários e bancárias que haviam sido demitidos pelo Itaú e Bradesco, demonstrando que os mesmos apresentavam problemas de saúde decorrentes das atividades exercidas nos bancos.

Outras 14 demissões foram suspensas no Itaú por força de uma liminar, conseguida há alguns anos, que obriga o banco a emitir a CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) na suspeita de LER/DORT nos trabalhadores.

Segundo entrevista concedida ao Jornal VIDA BANCÁRIA por Regiane Portieri, secretária de Saúde do Sindicato dos Bancários de Londrina, este número supera as reintegrações e suspensões de demissões conseguidas em 2011. “No ano passado, conseguimos reverter 11 demissões, garantindo a manutenção do emprego e a estabilidade para bancários e bancárias adoecidos, incluindo alguns que foram demitidos após se aposentarem”, conta Regiane.

Neste período, a Secretaria de Saúde efetuou 245 atendimentos, demonstrando que é alta a procura de auxílio do Sindicato para garantir os direitos dos lesionados. Isto levou o Sindicato a emitir 23 CATs em cerca de 10 meses, contra 21 abertas no ano passado. Já os bancos, responsáveis pelo adoecimento da categoria, abriram apenas 14 CATs neste período. Deste total, quatro pessoas apresentaram distúrbios mentais em função da pressão pelo cumprimento de metas e abusos praticados por gestores.

Campeões em lucros, o Itaú e o Bradesco estão na liderança no que diz respeito ao adoecimento de bancários e bancárias. Das 23 CATs abertas pelo Sindicato este ano, sete foram do Itaú, outras sete do Bradesco, três do Santander e duas do HSBC.  “Isso demonstra o aumento do adoecimento da categoria pela falta de atenção dos bancos às regras e legislação que estabelecem formas de prevenção de doenças ocupacionais. Não é à toa que a maior incidência de doenças se verifica nos maiores bancos”, observa a secretária de Saúde do Sindicato.

O VIDA BANCÁRIA desta semana destaca também os protestos feitos em Londrina no último dia 18 de outubro em agências do Santander e no Bradesco contra demissões efetuadas nestes dois bancos. O informativo também denuncia o desrespeito que tem sido feito pela maioria dos bancos que opera na cidade aos clientes e usuários, impedindo que paguem boletos em suas agências. Essa prática visa empurrar a população para os correspondentes bancários e reduzir o número de caixas nas agências.

Leia esta edição do VIDA na íntegra clicando nos links abaixo:

Capa

Pág. 2

Pág. 3

Pág. 4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: