ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Categoria bancária deve deflagrar Greve por tempo indeterminado a partir do dia 30/09

Posted by Armando em 19/09/2014

Logo Campanha web maiorSeguindo a rotina de anos anteriores, após sete rodadas de negociações, a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) apresentou ao Comando Nacional dos Bancários hoje (19/09), em reunião realizada em São Paulo, uma contraproposta da entidade muito aquém do que reivindica a categoria.

Os bancos ofereceram reajuste de 7% nos salários, o que representa apenas 0,61% de aumento real. Este índice também será aplicado na PLR e demais verbas e auxílios. Em relação às chamadas cláusulas sociais (proteção ao emprego, melhores condições de trabalho, fim das metas abusivas e do assédio moral e igualdade), a Fenaban também não apresentou qualquer avanço significativo.

Diante dessa postura, o Comando Nacional dos Bancários convocou Greve por tempo indeterminado da categoria bancária a partir do dia 30 de setembro. Em Londrina e em Apucarana, os Sindicatos locais realizarão Assembleias na próxima quinta-feira (25/09), para que bancários e bancárias deliberem a respeito do indicativo de Greve.

A categoria tem data-base em 1º de setembro e tem como principal desafio na Campanha deste ano segurar a onda de demissões em massa que está em curso no setor financeiro. Em 2013, os bancos fecharam 18.023 empregos no Brasil e no período de janeiro a julho deste ano efetuaram outros 3.600 cortes.

PRINCIPAIS REIVINDICAÇÕES DA CATEGORIA BANCÁRIA EM 2014

Reajuste salarial de 12,5%.

Participação nos Lucros e Resultados de três salários mais R$ 6.247.

Piso de R$ 2.979,25 (salário mínimo do Dieese em valores de junho).

Vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$ 724,00 ao mês para cada (salário mínimo nacional).

Melhores condições de trabalho, com o fim das metas abusivas e do assédio moral que adoecem os bancários.

Emprego: fim das demissões e da rotatividade, mais contratações, proibição às dispensas imotivadas, aumento da inclusão bancária, combate às terceirizações diante dos riscos de aprovação do PL 4330 na Câmara Federal, do PLS 087 no Senado e do julgamento de Recurso Extraordinário com Repercussão Geral no STF. 

Plano de Cargos, Carreiras e Salários para todos os bancários;

Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós;.

Prevenção contra assaltos e sequestros: cumprimento da Lei 7.102/83 que exige plano de segurança em agências e PABs, garantindo pelo menos dois vigilantes durante todo o horário de funcionamento dos bancos; instalação de portas giratórias com detector de metais na entrada das áreas de autoatendimento das agências; e fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários. 

Igualdade de oportunidades para todos, pondo fim às discriminações nos salários e na ascensão profissional de mulheres, negros, gays, lésbicas, transexuais e pessoas com deficiência (PCDs).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: