ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Sem dinheiro em caixa, governo Beto Richa dá calote nas promoções da Educação

Posted by Armando em 28/10/2014

Neste dia do Servidor Estadual o Blog deseja parabéns a todos os trabalhadores e trabalhadoras que atuam direta ou indiretamente junto ao Governo do Paraná e também aos demais Estados do país.

Como nem tudo são flores, informo que o governo do Paraná não deve honrar o compromisso assumido perante os servidores e professores estaduais, que levou ao fim à greve deflagrada em abril deste ano, no sentido de pagar as promoções e progressões. Pelo que ficou acordado, os servidores da Educação receberiam na folha de agosto estes direitos, o que não foi efetuado, e os professores seriam contemplados na folha deste mês.

Conforme anunciado pela secretária de Educação, Dinorah Nogara, em reunião com a APP-Sindicato no último dia 21 de outubro, em Curitiba, os pagamentos não serão feitos este ano.

Para a entidade, o Governo do Estado está criando uma “bola de neve ao não saldar esta dívida. A categoria reivindica que o governo salde a dívida e implante as progressões imediatamente. Para a entidade, o discurso da limitação financeira não pode servir de desculpa para que o Estado cumpra o que determinam as leis. A APP convocou Assembleia Estadual da APP para o dia 8 de novembro com o objetivo de discutir com a categoria qual o encaminhamento deve ser feito diante dessa atitude do governo Beto Richa.

Apesar dessa falta de dinheiro, a Secretaria de Educação garantiu que o pagamento da terceira parcela dos atrasados, até fevereiro de 2014, serão pagos na folha de novembro.

Calote nos professores

Segundo informações que circulam a respeito da quebradeira das contas do Estado do Paraná, na folha de outubro cerca de 7 mil professores recém contratados não receberão seus salários. O motivo: não tem dinheiro em caixa.

A falta de pagamento de fornecedores também é uma constante. Muitas empresas se recusam a participar dos pregões ou licitações feitas pelo Estado por não saberem quando receberão pelos produtos vendidos e serviços realizados. A falta de combustíveis nas viaturas da Polícia Militar foi amplamente divulgada na campanha eleitoral deste ano, demonstrando que a situação é grave.

Em Cornélio Procópio, ontem (27/10), mais um veículo da Seab (Secretaria da Agricultura e Abastecimento) foi incendiado. Este foi o quinto automóvel de propriedade de entes do Governo do Estado alvo de ataques este ano naquela cidade. Terrorismo, crime comum ou retaliação de quem trabalhou para o governo Beto Richa e ainda não viu a cor do dinheiro?

Fonte: APP-Sindicato e Portal Bonde

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: