ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

Archive for agosto \17\UTC 2016

Vida Bancária em Revista nº 15 já está circulando

Posted by Armando em 17/08/2016

VIDA BANCÁRIA EM REVISTA 15 - JULHO 2016 - 21 X 27 cm .inddOs Sindicatos de Bancários de Apucarana, Arapoti e de Londrina, no Norte do Paraná (Brasil), já estão distribuindo a nova edição de Vida Bancária em Revista.

O material, produzido por mim, em parceria com os jornalistas Rogério Fischer, Mariana Pachoal, Vera Barão e Ivo Akio, traz reportagens sobre a vida do bancário e da bancária fora do local de trabalho.

O destaque desta edição é o grupo de funcionários do Banco do Brasil, em Londrina, que aproveita os dias de folga para visitar refúgios ecológicos em busca de aventuras, paz e contemplação do que a natureza tem de melhor.

Em pouco mais de quatro anos eles já fizeram cerca de 12 passeios. O mais longo e mais interessante foi na Chapada Diamantina, na Bahia, onde o grupo visitou inúmeras cavernas e conheceu um dos lugares mais lindos do país.

Vida Bancária em Revista também ouviu como foi o ingresso de Pessoas com Deficiência nos bancos, dando sequência às reportagens a respeito das chamadas “minorias” e suas dificuldades na carreira profissional e a luta por igualdade na sociedade. Em outra reportagem desta edição bancários revelam como iniciaram o hobby de colecionar carrinhos em miniaturas, demonstrando que esta é uma brincadeira que não se restringe às crianças.

Para não deixar as questões sindicais de lado, a Revista faz um relato da Conferência Regional Vida Bancária e da Estadual, preparando o espírito da categoria para mais uma Campanha Nacional Unificada. Nas páginas centrais, a Revista detalha as principais ameaças que a Classe Trabalhadora está correndo com projetos de lei em tramitação no Congresso Nacional estabelecendo mudanças na legislação para retirar direitos históricos.

Tem ainda informações sobre a ExpoJapão, festa realizada anualmente em Londrina e que teve este ano sua 55ª edição, com atividades voltadas para preservar e elevar a cultura nipônica no Norte do Paraná. O roteiro turístico apontado nesta edição é o Castelo Eldorado, localizado em Marilândia do Sul. O local já foi chamado de “República de Eldorado”, abrigou a maior serraria do Brasil e nos arredores do prédio, construído por volta de 1940, foram realizadas diversos eventos esportivos e culturais entre as décadas de 70 e 90.

Leia ainda o legado ecológico do “pai da aviação”, Santos Dumont, com sua luta pela criação do Parque Nacional do Iguaçu; e a sensação do bancário Adriano Malvezi de ter sido um dos condutores da Tocha Olímpica em Londrina, entre outras informações desta edição.

Clique aqui para ler Vida Bancária em Revista nº 15.

Para ler as edições anteriores clique no link: http://www.vidabancaria.com.br/informativos/revista-vida-bancaria

Anúncios

Posted in JORNALISMO, VIDA BANCÁRIA | Etiquetado: | Leave a Comment »

Temer dá uma de ‘Hobin Hood’ às avessas ao tirar dos pobres para alimentar ricos

Posted by Armando em 17/08/2016

Temer hoodO vice-presidente Michel Temer (PMDB), em pouco tempo no comando do país já mostrou a que veio: resolver as demandas dos grandes empresários e da elite bate-panela.

Ao anunciar reformas na legislação trabalhista e na Previdência Social, em nenhum momento seu governo citou medidas para combater a sonegação de impostos pelas empresas, fiscalização sobre contratações irregulares de empregados ou até mesmo o corte de aposentadorias e pensões com valores elevados.

Sua intenção é “flexibilizar” direitos estabelecidos na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e aprovar no Congresso Nacional o projeto de lei 030/2015, que vai liberar a terceirização no país do jeito que os patrões querem.

Com estas duas medidas não haverá mais emprego formal, muito menos direitos legais, pois o governo Temer também quer que seja aprovado outro projeto determinando que as negociações entre patrões e trabalhadores prevalecerão sobre o que está previsto na CLT. É o que eles chamam de “negociado sobre o legislado”.

No caso da Previdência, além do aumento da idade e do tempo de contribuição para requerer a aposentadoria, Michel Temer e sua turma também estão prestes a fazer a revisão das aposentadorias por invalidez. Com isto, milhares de brasileiros e brasileiras que atualmente recebem um salário mínimo por terem sido considerados inaptos para o trabalho anos atrás terão que se submeter a perícias do INSS e provar que merecem receber o benefício.

Quem já passou pelas mãos dos peritos do INSS sabe como isso é difícil!

Não bastasse tudo isso, esta semana a grande imprensa noticiou que o vice-presidente também está de olho em quem recebe conjuntamente benefícios de aposentadoria e pensão pela morte do cônjuge. Viúvas e viúvos que se cuidem, pois seus ganhos podem ser cortados pela metade.

Nota-se que o objetivo é tirar o pouco daqueles que recebem pequenos benefícios da Previdência. Em nenhum momento se falou em rever ou muito menos cortar aquelas pensões vitalícias, que passam de pai pra filho, com valores exorbitantes.

Esse governo aí também não quer mexer nas aposentadorias dos políticos, que têm regras muito mais vantajosas do que as impostas aos trabalhadores em geral. O mesmo Temer, dizem, por aí, se aposentou aos 53 anos de idade. Se descontar 35 de contribuição, que ele não deve ter pago, significaria que começou a recolher para a Previdência Social aos 18 anos de idade.

Sem falar no acúmulo de aposentadorias que muitos políticos têm, como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, entre outros.

Diante de tudo isso, não restam dúvidas de que o objetivo deles é equilibrar as contas da Previdência e do país com cortes em direitos e benefícios das camadas mais pobres da população. Assim, Michel Temer segue aos trancos e barrancos, agindo como se fosse um “Hobin Hood” às avessas, tirando dos pobres para manter as vantagens dos ricos.

Posted in DIREITOS DO TRABALHADOR, OPINIÃO | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: