ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

  • AGENDA

    maio 2022
    S T Q Q S S D
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031  
  • Assinar

  • Visitas ao Blog

    • 1.160.215 acessos

Posts Tagged ‘APP-SINDICATO’

Beto Richa tenta aprovar na marra ‘pacotaço’ contra os servidores do Paraná

Posted by Armando em 11/02/2015

Foto greve servidores pr 10022015

Os grevistas ocuparam a Assembleia Legislativa ontem (10/02), logo após a aprovação do “tratoraço” de Beto Richa

Com apoio de 34 deputados aliados, o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), conseguiu aprovar ontem (10/02), no plenário da AL (Assembleia Legislativa do Paraná), em Curitiba, a admissibilidade dos projetos de lei 001/2015 e 002/2015, que provocam redução nos direitos dos servidores públicos estaduais.

Numa rápida votação, feita com as galerias da AL lotadas por grevistas, foi aprovada proposta de transformar o plenário daquela casa em Comissão Geral, possibilitando que seja aprovado em regime de urgência os dois projetos. Votaram contra 19 deputados e um se absteve.

Após esta decisão, favorável aos interesses do governador, professores e servidores ocuparam o prédio da AL. Na manhã de hoje (11/02), a Justiça determinou a reintegração de posse e a Polícia Militar está prestes a invadir o prédio para retirar os grevistas.

Sempre contrário ao diálogo com os Sindicatos representativos do funcionalismo público estadual, Beto Richa, está em lugar desconhecido. A presidência da Assembleia Legislativa pensa em realizar a votação do “pacote de maldades” em outro local, sem que seja permitida a entrada dos grevistas.

A mobilização dos servidores do Paraná tem recebido apoio de diversas entidades, câmaras de vereadores e da população, que tem se manifestado contrária ao ataque aos direitos, bem como ao sucateamento do setor de Educação, o que será mais prejudicado com as medidas pretendidas pelo governador tucano.

Veja abaixo como os deputados do Paraná votaram o “pacotaço” de Beto Richa:

A FAVOR

Alexandre Curi (PMDB)
Alexandre Guimarães (SC)
André Bueno (PDT)
Artagão Júnior (PMDB)
Bernardo Ribas Carli (PSDB)
Cantora Mara Lima (PSDB)
Cláudia Pereira (PSC)
Cobra Repórter (PSC)
Cristina Silvestri (PSC)
Dr. Batista (PMN)
Elio Rusch (DEM)
Evandro Júnior (PSDB)
Felipe Francischini (SD)
Fernando Scanavaca (PDT)
Francisco Bührer (PSDB)
Gilson de Souza (PSC)
Guto Silva (PSC)
Hussein Bakri (PSC)
Jonas Guimarães (PMDB)
Luiz Carlos Martins (PSD)
Luiz Cláudio Romanelli (PMDB)
Márcio Nunes (PSC)
Maria Victória (PP)
Mauro Moraes (PSDB)
Missionário Ricardo Arruda (PSC)
Nelson Justus (DEM)
Palozi (PSC)
Paulo Litro (PSDB)
Pedro Lupion (DEM)
Plauto Miró (DEM)
Schiavinato (PP)
Tiago Amaral (PSB)
Tião Medeiros (PTB)
Wilmar Reichembach (PSC)

Contra o pacotaço de maldades

Adelino Ribeiro (PSL)
Ademir Bier (PMDB)
Anibelli Neto (PMDB)
Chico Brasileiro (PSD)
Evandro Araújo (PSC)
Gilberto Ribeiro (PSB)
Márcio Pacheco (PPL)
Márcio Pauliki (PDT)
Nelson Luersen (PDT)
Nereu Moura (PMDB)
Ney Leprevost (PSD)
Paranhos (PSC)
Pastor Edson Praczyk (PRB)
Péricles de Mello (PT)
Professor Lemos (PT)
Rasca Rodrigues (PV)
Requião Filho (PMDB)
Tadeu Veneri (PT)
Tercílio Turini (PPS)

Voto minerva
Ademar Traiano (PSDB) não votou porque presidia a sessão

 Fonte: APP Sindicato e Blog do Esmael

Posted in APP-SINDICATO, NOTÍCIA | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Projetos de Beto Richa na AL rebaixam direitos dos servidores

Posted by Armando em 05/02/2015

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), enviou à Assembleia Legislativa ontem (4/02) os projetos de lei 001/2015 e 002/2015, que estabelecem mudanças em diversos direitos dos servidores estaduais. As medidas visam reduzir gastos com pessoal e tramitarão em regime de urgência na AL.

Um dos projetos prevê alterações nas regras de promoções e de progressão do QPM (Quadro Próprio do Magistério) e também do QFEB (Quadro de Funcionários da Educação Básica). Com isso, o governador quer cortar as vantagens que os professores conquistam ao longo dos anos e dificultar ao máximo a elevação dos seus salários.

Na avaliação da APP Sindicato, as mudanças propostas pelo governador destroem as carreiras do QPM e QFEB, dificultando a ascensão profissional dos professores estaduais.

Não bastasse essas maldades, os projetos de Beto Richa trazem ainda mudanças no cálculo do Auxílio-transporte de todos os servidores estaduais, além de cortar este benefício para quem sair de férias ou de licença.

Outro importante direito que está em risco é a aposentadoria. O governador tucano quer acabar com a ParanáPrevidência e se apoderar dos recursos que esta entidade tem em caixa para pagar os benefícios dos servidores.

A intenção dele é criar a PREVCOM PARANÁ, uma entidade de previdência fechada, que passará a administrar a aposentadoria de todos os servidores do Estado. Se esse projeto de lei for aprovado pelos deputados, o limite de aposentadoria dos servidores públicos estaduais será feito pelo teto do Regime Geral de Previdência Social, que atualmente está fixado em R$ 4, 6 mil mensais.

Como miséria pouco é bobagem, nas mensagens enviadas para apreciação dos deputados Richa também quer mudar o quinquênio, adicional por tempo de serviço, no qual o servidor hoje recebe reajuste de 5% no salário a cada cinco anos trabalhados. O governador quer reduzir o anuênio para míseros 0,1% ao ano, jogando por terra este direito que serve para valorizar a carreira do servidor estadual.

Mobilização dos servidores

Para impedir que o governador Beto Richa consiga aprovar esses dois projetos na Assembleia Legislativa, a APP Sindicato e outras entidades sindicais estão convocando os servidores a comparecerem em peso nas sessões daquela casa para pressionar os deputados e garantir a manutenção destes direitos essenciais, que podem cair por terra se não houver reação.

A APP Sindicato discutirá os ataques que o governo do Paraná está fazendo contra os professores e demais servidores da Educação em Assembleia Geral, a ser realizada no dia 7 de fevereiro, em Guarapuava.

Em Londrina, hoje (5/02), o SindiprolAduel realizou Assembleia no Auditório do Centro de Ciências Humanas, para discutir estratégias contra a retirada de direitos dos professores das Universidades Estaduais.

Amanhã (6/02), a Assuel, Sindicato dos servidores da UEL discutirão em Assembleia a organização de greve geral em conjunto com as demais categorias afetadas pelos pacotes de maldades lançados por Beto Richa.

 

Posted in NOTÍCIA | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Governador Beto Richa é recebido com vaias na posse dos deputados estaduais

Posted by Armando em 02/02/2015

Banner assembleia APP SindicatoO calote nos salários dos cerca de 29 mil professores contratados pelo Estado do Paraná através do PSS (Processo Seletivo Simplificado), o atraso no acerto da rescisão dos contratos encerrados em dezembro e o não pagamento do 1/3 de férias para o conjunto de servidores levou diversos manifestantes gerou protesto ontem (1º/02) no Plenário da Assembleia Legislativa, em Curitiba, durante a posse dos deputados estaduais.

Presente à cerimônia, o governador Beto Richa (PSDB), foi recebido com vaias e com a palavra de ordem “Richa caloteiro, cadê o meu dinheiro”.

Deputados de oposição já estudam a possibilidade de instalar CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) na Assembleia para investigar as razões do sumiço do dinheiro dos cofres do governo do Paraná. Segundo estudos do Dieese, o Estado foi um dos que mais arrecadou tributos e recebeu repasse de verbas do Governo Federal nos últimos quatro anos.

Construindo a greve

Movidos pela insatisfação com a falta de dinheiro nos cofres do Estado, professores da Rede Estadual de Ensino, das Universidades Estaduais e outros servidores afetados pelos cortes e atrasos nos direitos estão dispostos a deflagrar greve para mudar o cenário. Soma-se a isso o não repasse de recursos para as escolas iniciarem as aulas a partir do dia 9 de fevereiro.

Em função de tudo isto, a APP Sindicato está convocando os professores para participarem de manifestações nesta terça-feira (3/02) em diversas cidades para denunciar a situação aos paranaenses.

Veja abaixo os locais onde haverá mobilização da APP:

NS Apucarana – 03/02 – 8h00. Em frente ao Núcleo Regional de Educação

NS Arapongas – 03/02 – 8h00. Em frente ao Núcleo Regional de Educação

NS Cascavel – 03/02 – 9h00. Ato será em frente ao Núcleo Regional de Educação. Caso haja inauguração do Cetrad, haverá ato no evento.

NS Cornélio Procópio – 03/02 – 16h00. Em frente ao Núcleo Regional de Educação

NS Curitiba Norte – 03/02 – 16h00. Em frente à Sefa

NS Curitiba Sul – 03/02 – 16h00. Em frente à Sefa

NS Foz do Iguaçu – 04/02 – 16h00. Em frente ao Núcleo Regional de Educação – panfletagem centro.

NS Francisco Beltrão – 03/02 – 9h00 (na praça da Matriz); 16h00 em frente ao Núcleo Regional da Educação

NS Guarapuava – 03/02 – 10h00 (NRE Gorpa / NRE Pitanga); 9h00 na Praça da Matriz

NS Irati – 03/01 – 16h00. Em frente ao Núcleo Regional da Educação

NS Jacarezinho – 03/01 – Reunião no Núcleo Sindical

NS Londrina – 03/01 – 9h00. Em frente ao Colégio Vicente Rijo.

NS Mandaguari – O ato será junto com o de Maringá.

NS Maringá – 03/01 – 16h00. Em frente ao Núcleo Regional da Educação.

NS Metronorte – 03/01 – 16h00. Em frente à Sefa

NS Metrosul – 03/01 – 16h00. Em frente à Sefa

NS Paranavaí – 03/01 – 15h00. Em frente ao Núcleo Regional de Educação

NS Pato Branco – 04/01 – Reunião no Núcleo Sindical

Ns Ponta Grossa – 03/01 – 16h00. Em frente à Sefa

NS Umuarama – 04/01 – Reunião com diretores no Núcleo Sindical

NS União da Vitória – 03/01 – 16h00. Em frente ao Núcleo Regional da Educação.

Fonte: APP Sindicato e Blog do Esmael

 

Posted in NOTÍCIA | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Pessoal do Magistério do Paraná deve deflagrar greve a partir do dia 23/04

Posted by Armando em 21/04/2014

Ilustra greve geral APP 2014Professores e demais servidores da área da Educação do Paraná devem deflagrar greve por tempo indeterminado a partir de quarta-feira (23/04), seguindo a deliberação da Assembleia Geral realizada no dia 29 de março em Curitiba.

Além de paralisar as aulas, os servidores montarão acampamento em frente ao Palácio Iguaçu, sede do Governo do Paraná, para exigir o cumprimento de pendências das últimas rodadas de negociação.

As principais reivindicações dizem respeito a um novo modelo de atendimento à saúde prestado pelo SAS; implementação dos 33% de hora-atividade para o Magistério; melhorias nos direitos dos servidores contratados através do PSS (Processo Seletivo Simplificado); e o não desconto do auxílio-transporte dos professores e servidores da Educação que faltarem ao serviço

Clique aqui para ver a pauta de reivindicaçlões completa.

Fonte: APP Sindicato

Posted in APP-SINDICATO, NOTÍCIA | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Assembleia dos professores do Paraná aprova greve para dias 10 e 11/10

Posted by Armando em 02/10/2013

nova_logowebOs professores e funcionários da rede estadual, deliberaram, em Assembleia realizada pela APP-Sindicato  no dia 28 de outubro, em Curitiba, um calendário de lutas para o mês de outubro, que visa pressionar o Governo do Estado a pagar os atrasados em folha complementar no dia 4, como forma de evitar mais um calote de Beto Richa.

Foi decidido que caso o Governo não pague os valores prometidos será montado acampamento em frente ao Palácio Iguaçu, nos dias 7 a 9 de outubro, e deflagrada greve por tempo determinado nos dias 10 e 11.

Segundo a presidente da APP-Sindicato, professora Marlei Fernandes de Carvalho, a categoria sai da Assembleia com força e união para empreender a série de atividades no mês de outubro.

Na avaliação da APP-Sindicato, as decisões tomadas na Assembleia fortalecerão ainda mais a luta da categoria, que deixou bem evidente ao Governo Richa que não aceitará nenhum calote.

Além do  pagamento dos atrasados no dia 4, professores e funcionários continuarão cobrando todos os atrasados e outras reivindicações, como a saúde, o cargo de 40 horas, alteração nos contratos PSS (Processo Seletivo Simplificado), enquadramento dos aposentados, adequações na carreira do professor, entre outros.

Moções – A Assembleia dos funcionários da Educação do Paraná  aprovou Moções de Apoio à greve dos bancários, dos trabalhadores dos Correios e da Sanepar e uma Moção contra o leilão do campo petrolífero de Libra e pelo investimento integral dos recursos do pré-sal em áreas sociais.

 Fonte: APP-Sindicato

Posted in APP-SINDICATO, NOTÍCIA | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Servidores públicos do Paraná protestam hoje contra parcelamento do reajuste

Posted by Armando em 28/05/2013

Reajuste-salarialOs servidores públicos estaduais do Paraná retornam nesta terça-feira (28/05) à Alep (Assembleia Legislativa do Paraná) para pressionar a aprovação do pagamento do reajuste de 6,49% em parcela única. O governo Beto Richa (PSDB) enviou projeto de lei àquela casa estabelecendo o parcelamento deste índice em duas parcelas, a serem pagas na folha de maio e na de julho, mas os trabalhadores já disseram que não aceitam.

A mobilização organizada pelo FES (Fórum das Entidades Sindicais) conseguiu, com os protestos do último dia 21/05 na Alep, o apoio dos deputados ao pagamento do reajuste em parcela única. O projeto de lei do governo Richa será votado nesta terça-feira (28/05).

Os servidores também pressionam a Alep a votar as emendas apresentadas pelo FES, que tratam do aumento real nos salários, no percentual acumulado de 13,65%, do piso salarial do magistério e de outras demandas das categorias que fazem parte do funcionalismo paranaense.

Confira mais informações sobre a vigília do dia 28/05 no site da APP-Sindicato.

Posted in NOTÍCIA, SALÁRIOS SERVIDORES PARANÁ | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Trabalhadores da Educação no Brasil realizam hoje Dia Nacional de Mobilização

Posted by Armando em 11/05/2011

Professores e demais trabalhadores da Educação no Brasil realizam atividades hoje (11/05) em diversas cidades no Dia Nacional de Mobilização. Estas atividades foram deliberadas durante a XII Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, promovida em abril pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação).

No Paraná, a APP-Sindicato está orientando os professores a darem aulas de 30 minutos para marcar o protesto. Está prevista a realização de manifestação às 10h30, em Curitiba, em frente ao Palácio Iguaçu, quando diretores da entidade pretendem entregar carta ao governador Beto Richa (PSDB) com as reivindicações desta área.

Um dos principais objetivos do Dia Nacional de Mobilização é a implementação do PSPN (Piso Salarial Profissional Nacional), no valor de R$ 1.597,87, julgado constitucional pelo STF (Supremo Tribunal Federal), mas não colocado em prática em vários municípios do Paraná, assim como na maioria dos Estados brasileiros.

Os professores também buscam a inserção no projeto do PNDE (Plano Nacional de Educação) 2010/2020,das emendas apresentadas pela sociedade civil durante a Conae (Conferência Nacional da Educação), realizada no ano passado.

Outra importante reivindicação é a destinação de 10% do PIB (Produto Interno Bruto) na Educação. A APP-Sindicato vai cobrar do governador um posicionamento a respeito da hora-atividade de 1/3 da jornada de trabalho do professor, direito reconhecido pelo STF. Veja mais detalhes na edição especial do Jornal da APP-Sindicato.

Fonte: APP-Sindicato.

Posted in APP-SINDICATO | Etiquetado: , | Leave a Comment »

APP-Sindicato organiza protesto de professores contra erros no PSS

Posted by Armando em 28/01/2011

Dezenas de professores estaduais do Paraná estão participando hoje (28/01), em Curitiba, em frente à Seed (Secretaria Estadual de Educação), de protesto contra os erros verificados na classificação do PSS (Processo Seletivo Simplificado), realizado no início deste mês para contratação de pessoal temporário. Organizada pela APP (Associação dos Professores do Paraná), a mobilização exige a correção dos erros ou até mesmo a suspenção do processo de contratação para impedir injustiças.

Segundo informou o site da APP-Sindicato, o Governo do Estado está tentando provar que o erro foi cometido pelos professores e não pelo sistema. Na maioria dos casos – cerca de 8 mil candidatos ingressaram com recursos contra o PSS, não foi levada em conta a Licenciatura e o tempo de serviço dos docentes, fazendo com que tivessem baixa pontuação na classificação.

Em função do protesto, dirigentes da entidade foram recebidos por representantes do Governo do Paraná, sem a presença do secretário da Educação e vice-governador, Flávio Arns, mas a reunião terminou sem sucesso. A APP-Sindicato já acionou o Ministério Público, solicitando que ingresse com ação para que o PSS seja revisado.

 “No dia de hoje tivemos a presença de educadores PSS prejudicados de todo o Estado. Apesar da apresentação das injustiças cometidas, a Seed está inflexível e diz que não vai rever a classificação. Não vamos desistir. Educadores com vários anos de serviços prestados pelo Estado iniciam 2011 sem emprego. A alegação é que estes professores cometeram erros na hora de fazer a inscrição na indicação de tempo de serviço e licenciatura. Dados estes que o Estado e o próprio sistema possuem”, argumentou Luiz Carlos da Paixão, secretário de Imprensa da APP-Sindicato.

Este foi o primeiro protesto enfrentado pelo novo governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), em seu primeiro mês de mandato. Na avaliação da APP-Sindicato, o sistema utilizado nas inscrições do PSS induziu os professores a erro. A própria nota publicada no site do Governo do Paraná no dia 18/01, por ocasião da divulgação dos classificados, já denotava o problema, veja abaixo:

“De acordo com Matos, o candidato teve duas semanas para fazer a inscrição e alterar alguma informação incorreta. “O edital estabelece que não será aceito recurso proveniente de erro na inscrição”, enfatizou Arnaldo. “A informação prestada na inscrição e não comprovada na entrega de documentação, fará com que o candidato vá para o fim da fila de classificação, conforme prevê o próprio edital”, lembra.”

A declaração acima é do  chefe do Grupo de Recursos Humanos Setorial da Secretaria, Arnaldo Moreira de Matos, publicada pelo site do Governo do Paraná.

Posted in APP-SINDICATO, NOTÍCIA | Etiquetado: , | 4 Comments »

Jornal do Núcleo de Londrina da APP-Sindicato destaca as conquistas da categoria

Posted by Armando em 16/12/2010

A edição n° 27 do Jornal do Núcleo de Londrina da APP- Sindicato, que circula este mês no Norte do Paraná, destaca as mobilizações dos professores e funcionários da educação em 2010. Um dos destaques do informativo é a paralisação dos trabalhos na última segunda-feira (13/12) em todo o Estado, no momento em que o governador Orlando Pessuti (PMDB) anunciava o pagamento do 13º salário para os servidores e assinava decreto nomeando 2.403 professores efetivos e os trâmites para a nomeação de funcionários para escolas e a confirmação da implantação de promoções e progressões ao magistério da educação básica.

O Jornal da APP-Londrina também faz balanços da atuação do Núcleo junto às questões que dizem respeito aos aposentados, às lutas pela igualdade racial, gênero e as conquistas no campo administrativo da entidade. A vitória na Justiça do Trabalho com ação que requereu o pagamento nas promoções e progressões do QPPE (Quadro Próprio do Poder Executivo) também é relatada nesta edição.

Nas págs. 4 e 5, o Jornal traz uma entrevista com o professor Luiz Carlos Paixão da Rocha, que fala sobre os desafios dos professores e funcionários da educação para buscar melhorias nas condições de trabalho e no ensino público, tendo em vista as mudanças no cenário político em 2011, por ocasião da posse da presidente Dilma, do governador Beto Richa (PSDB), além dos senadores, deputados federais e estaduais. “No Paraná vamos precisar garantir que as leis conquistadas no último período não sejam alteradas pelo novo Governo”, destacou Paixão, apontando como lutas prioritárias o PDE (Plano Nacional de Educação), a manutenção da reposição anual dos salários e a destinação de 30% da receita do Estado para a educação.

Leia a edição nº 27 do Jornal da APP clicando nos links abaixo:

Capa

Pág. 2

Pág. 3

Pág. 4

Pág. 5

Pág. 6

Pág. 7

Pág. 8

Posted in APP-SINDICATO, NOTÍCIA | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Professores do Paraná cobram os 5% e outras medidas anunciadas pelo Governo

Posted by Armando em 24/06/2010

Os professores da Rede Estadual de Ensino do Paraná estão aguardando a folha de pagamento deste mês de junho para verificar se o Governo irá pagar o reajuste de 5% nos salários, bem como implementar as outras pendências que foram objeto de negociação com a APP-Sindicato no dia 1º deste mês. A categoria realizou atividades de protesto no mesmo dia para pressionar as negociações e agora quer vê-las colocadas em prática, conforme relata o Jornal APP-Londrina, editado pela ADJ Conunicação.

Em nova rodada de negociação com o Governo do Estado, realizada no último dia 15, a secretária da Educação, Yvelise Arco-Verde, reafirmou que até o final do mês os 5% serão pagos e que serão feitas as nomeações e novas contratações dos professores aprovados no Concurso de 2006. A implementação dos cargos com jornada de 40 horas deve ser implantada em julho.

O informativo APP-Londrina também traz detalhes sobre a V Conferência da Educação, a ser realizada nos dias 20 e 21 de agosto, quando será definida a pauta de reivindicações para o próximo Governo do Estado. Na pág. 2, o jornal divulga a saída de licença de dois diretores da APP-Sindicato, Luiz Carlos Paixão da Rocha (Paixão) e de José Rodrigues Lemos (Professor), que concorrerão a deputado federal e estadual nas eleições de 3 de outubro.

Na pág. 4, o APP-Londrina informa as discussões feitas durante o VII Encontro do Fórum Permanente de Educação e Diversidade Etnicorracial do Paraná (FPEDER-PR), no período de 22 a 24 de abril, em Londrina. O evento reuniu cerca de 1.200 pessoas e foi considerado um dos maiores  já realizados no Estado tendo como tema as relações etnicorraciais.

Leia a íntegra do jornal APP-Londrina clicando nos links abaixo:

Capa

Pág. 2

Pág. 3

Pág. 4

Posted in APP-SINDICATO, NOTÍCIA | Etiquetado: , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: