ADJ Comunicação

Jornalismo e opinião: todo mundo vê!

  • AGENDA

    julho 2022
    S T Q Q S S D
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031
  • Assinar

  • Visitas ao Blog

    • 1.160.550 acessos

Posts Tagged ‘BANCÁRIOS LONDRINA’

Bancários finalizam Campanha 2014 com aumento real nos salários pelo 11º ano consecutivo

Posted by Armando em 08/10/2014

Foto Assembleia bancários Londrina 06102014 maior

Com apenas quatro dias de greve, categoria conseguiu dos bancos propostas com vantagens salariais, medidas para conter o assédio moral e outros avanços

Em Assembleias realizadas no início desta semana pelos Sindicatos em todo o país, bancários da rede privada, do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal aprovaram as propostas da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e as específicas dos dois maiores bancos públicos, conquistadas com a força da paralisação nacional da categoria iniciada no dia 30 de setembro.

A CCT (Convenção Coletiva de Trabalho), com vigência entre 1º de setembro de 2014 e 31 de agosto de 2015, será assinada pela Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Financeiro) e a Fenaban na próxima segunda-feira (13/10), em São Paulo, encerrando assim a Campanha Nacional Unificada deste ano.

> Clique aqui para ver a proposta global da Fenaban.

> Clique aqui para ver a proposta específica do BB.

> Clique aqui para ver a proposta específica da Caixa.

Na luta por avanços nas negociações específicas, a greve continua no Banco do Nordeste do Brasil (BNB). O movimento segue igualmente no Banco da Amazônia, onde os funcionários do Pará rejeitaram em assembleia a nova proposta apresentada pela instituição na terça-feira (7/10). 

No Rio Grande do Sul, segue a greve no Banrisul. Os funcionários também rejeitaram em assembleia ocorrida em Porto Alegre e vários Sindicatos do interior gaúcho a proposta apresentada pelo banco durante negociações nesta terça-feira.

Aumento real pelo 11º ano consecutivo

A proposta da Fenaban aprovada pela categoria bancária prevê reajuste dos salários e demais verbas em 8,5% (aumento real de 2,02%), do piso salarial em 9% (2,49% acima da inflação). Com isso, o índice de aumento real acumulado chega a 20,7% nos salários e 42,1% nos pisos desde 2004, período em que todos os anos conquistaram aumento acima da inflação.

> Clique aqui para ver o gráfico comparativo feito pelo Dieese. 

Já o vale-refeição sobe 12,2%, o que representa 5,5% de aumento real. Assim, somados vale-refeição (R$ 26 ao dia ou R$ 572 ao mês) e vale-alimentação (R$ 431,16 ao mês) atingem um ganho mensal de R$ 1.003,00 para cada bancário e bancária. 

Além disso, a proposta traz avanços não econômicos, como mecanismos de combate às metas abusivas e ao assédio moral, que deverão contribuir na luta contra o adoecimento e o afastamento de bancários. 

Para o presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional dos Bancários, Carlos Cordeiro, “os bancários conquistaram com mais uma greve aumento real pelo 11º ano consecutivo, além de avanços importantes em relação às condições de trabalho, principalmente no combate às metas abusivas e ao assédio moral, bem como avanços nas negociações específicas com BB e Caixa, graças à unidade nacional e à capacidade e força de mobilização”.

Fonte: Contraf-CUT

Posted in NOTÍCIA, VIDA BANCÁRIA | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

Começa hoje em Cornélio Procópio a 16ª Conferência Estadual dos Bancários

Posted by Armando em 13/06/2014

A 16ª Conferência Estadual dos Bancários será realizada neste final de semana, de 13 a 15 de junho, no Aguativa Resort Hotel, em Cornélio Procópio (PR). Participarão deste evento os delegados e delegadas representando as 10 bases dos Sindicatos filiados à Fetec-CUT/PR, que debaterão e definirão as propostas do Estado a serem encaminhadas à Conferência Nacional dos Bancários.

Na programação constam análises conjunturais sobre a economia e a política do país, bem como a situação e perspectivas da categoria em relação à Campanha Nacional Unificada. Também será apresentado o resultado da Consulta Nacional dos Bancários, revelando os anseios da categoria no Paraná a respeito das negociações deste ano com a Fenaban.

No sábado (14/06), os eixos da Campanha 2014 serão debatidos em grupos, abordando os seguintes temas: emprego, reestruturação no Sistema Financeiro, Remuneração, condições de trabalho e estratégias de mobilização para este ano.

Veja abaixo a Programação da 16ª Conferência Estadual dos Bancários:

13/06 – Sexta

17:00 – Painel sobre “pagamento móvel” – Vivian Rodrigues (Economista Dieese/Contraf)

19:00 – Jantar

20:00 – Regimento Interno e Acolhida

20:30 – Mesa de abertura

21:15 – Análise de Conjuntura

– Roni Anderson Barbosa (CUT Nacional)

– Análise de Conjuntura no Sistema Financeiro e perspectivas para a Campanha 2014 – Carlos Cordeiro (Contraf).

22:30 – Apresentação da Consulta Estadual – José Altair M  Sampaio.
14/06 – Sábado

09:00 – Trabalho em Grupos – Debates e reflexões

GRUPO 1: Emprego

–   Vivian Rodrigues – Análise do emprego no Sistema Financeiro

–  Dr. Marthius Sávio – Ação de terceirização no STF.

GRUPO 2: Reestruturação produtiva no Sistema Financeiro

 –  Pablo M. Ruiz Diaz – Análise e perspectivas no mundo do trabalho bancário.
 GRUPO 3: Remuneração

– Roberto Antônio Von der Osten
GRUPO 4: Condições de trabalho

– Dr. Nasser –  Pesquisa de afastamento pelo INSS;

– Ana Fideli – Secretária de saúde do Seeb Curitiba;

– Ademir Wiederkehr – Segurança bancária.
GRUPO 5: Estratégia

10:30 – Trabalho em Grupos – Propostas para Conferência Nacional

13:30 – Almoço

15:00 – Peça teatral

16:00 – Plenária final

20:00 – Jantar
15/06 – Domingo

– 10:00 – Reunião de Mídia para a Campanha Nacional 2014.

Posted in NOTÍCIA, VIDA BANCÁRIA | Etiquetado: , , , | Leave a Comment »

Bancários ampliam conquistas com greve nacional de 23 dias

Posted by Armando em 14/10/2013

Bancaria valeu maiorA categoria bancária está encerrando a Campanha Salarial 2013 com um resultado positivo, obtido graças à greve nacional que chegou a paralisar 12.140 agências e Centros Administrativos dos bancos no último dia 11 de outubro.

A greve foi deflagrada para combater a intransigência dos banqueiros, que ofereceram, depois de três rodadas de negociações, um reajuste de apenas 6,1%.Com a força da greve, a categoria conquistou 8% de reajuste nos salários, o que representa a reposição das perdas com a inflação desde a última data-base mais  1,82% de aumento real, e 8,5% de reajuste nos pisos. Este índice agrega nos pisos 2,29% de ganho real.

Dispostos a congelar a PLR (Participação nos Lucros e Resultados), os bancos voltaram a trás e concederam 10% de reajuste na Regra Básica e elevaram de 2% para 2,2% o montante do lucro líquido a ser distribuído aos funcionários a título de PLR Adicional.

Nos últimos 10 anos, a garra dos bancários e bancárias garantiu sucessivos índices de aumento real nos salários e nos pisos, que somam, respectivamente, 18,33% e 38,7%.

Além dos avanços econômicos, foram agregados novos direitos à CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) 2013/2014, como, por exemplo, o Abono-assiduidade, o Vale-cultura e o não desconto do Adiantamento Emergencial para os afastados para tratamento de saúde, entre outros avanços.

O Comando Nacional dos Bancários também finalizou as negociações específicas com as diretorias do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, garantindo vantagens adicionais aos funcionários destes dois bancos públicos federais brasileiros.

VEJA AS PRINCIPAIS CONQUISTAS DOS BANCÁRIOS

 Reajuste: 8,0% (1,82% de aumento real).

 Pisos: Reajuste de 8,5% (ganho real de 2,29%). 
– Piso de portaria após 90 dias: R$ 1.148,97.
– Piso de escriturário após 90 dias: R$ 1.648,12.
– Piso de caixa após 90 dias: R$ 2.229,05 (que inclui R$ 394,42 de gratificação de caixa e R$ 186,51 de outras verbas de caixa). 

PLR regra básica: 90% do salário mais valor fixo de R$ 1.694,00 (reajuste de 10%), limitado a R$ 9.087,49. Se o total apurado ficar abaixo de 5% do lucro líquido, será utilizado multiplicador até atingir esse percentual ou 2,2 salários (o que ocorrer primeiro), limitado a R$ 19.825,86.

PLR parcela adicional: aumento de 2% para 2,2% do lucro líquido distribuídos linearmente, limitado a R$ 3.388,00 (10% de reajuste). 

Antecipação da PLR até 10 dias após assinatura da Convenção Coletiva: na regra básica, 54% do salário mais fixo de R$ 1.016,40, limitado a R$ 5.452,49. Da parcela adicional, 2,2% do lucro do primeiro semestre, limitado a R$ 1.694,00. O pagamento do restante será feito até 3 de março de 2014.

Auxílio-refeição: de R$ 21,46 para R$ 23,18 por dia.

Cesta-alimentação: de R$ 367,92 para R$ 397,36.

13ª cesta-alimentação: de R$ 367,92 para R$ 397,36.

 Auxílio-creche/babá: de R$ 306,21 para R$ 330,71 (para filhos até 71 meses). E de R$ 261,95 para R$ 282,91(para filhos até 83 meses).

Requalificação profissional – de R$ 1.047,11 para R$ 1.130,88.

Adiantamento emergencial – Não devolução do adiantamento emergencial de salário para os afastados que recebem alta do INSS e são considerados inaptos pelo médico do trabalho em caso de recurso administrativo não aceito pelo INSS.

Gestores ficam proibidos de enviar torpedos aos celulares particulares dos bancários cobrando cumprimento de resultados. 

Abono-assiduidade – 1 dia de folga remunerada por ano.

Vale-cultura – R$ 50,00 mensais para quem ganha até 5 salários mínimos, conforme Lei 12.761/2012.

Prevenção de conflitos no ambiente de trabalho – Redução do prazo de 60 para 45 dias para resposta dos bancos às denúncias encaminhadas pelos sindicatos, além de reunião específica com a Fenaban para discutir aprimoramento do programa.

Adoecimento de bancários  – Constituição de grupo de trabalho, com nível político e técnico, para analisar as causas dos afastamentos.

Dias parados – Compensação de  1 (uma) hora por dia, de segunda a sexta-feira, até o dia 15 de dezembro de 2013. Após esta data as horas não compensadas serão anistiadas.

Fonte: VIDA BANCÁRIA

Posted in NOTÍCIA, VIDA BANCÁRIA | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

Federação dos bancos agenda negociação com bancários para discutir nova proposta

Posted by Armando em 09/10/2013

A Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) entrou em contato com o Comando Nacional dos Bancários agendando nova reunião de negociação para amanhã (10/10), às 10 horas, em São Paulo, quando deverá ser apresentada nova proposta para acabar com  a greve dos bancários. A paralisação nacional da categoria completa 21 dias hoje (9/10).

Assembleias realizadas na segunda-feira (7/10) em todo o país rejeitaram a proposta de reajuste salarial de 7,1% e aumento do piso em 7,5%, apresentada pelos bancos na última sexta-feira (4), que foi considerada insuficiente pela categoria.

A Contraf-CUT enviou ontem um ofício do Comando Nacional à Fenaban, comunicando a decisão das assembleias e reiterando que “permanece à disposição para continuar as negociações para a apresentação de uma proposta satisfatória dos bancos, que atenda de fato às reivindicações econômicas e sociais da categoria”.

“A continuidade das negociações é fruto da intensa mobilização dos bancários, que estão vencendo o cansaço, mostrando uma extraordinária disposição de enfrentamento, combatendo as práticas antissindicais dos bancos e fazendo a maior greve da categoria dos últimos 20 anos”, afirma Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional.

Cordeiro afirma que a expectativa dos bancários é que os bancos apresentem uma nova proposta que atenda as reivindicações de aumento real, valorização do piso, PLR melhor, proteção ao emprego, melhores condições de trabalho, mais segurança e igualdade de oportunidades”, destaca. “Com os lucros de R$ 59,7 bilhões entre os meses de junho de 2012 e 2013, sobram recursos para compensar o trabalho e a dignidade dos bancários”, sustenta.

Fonte: Contraf-CUT

Posted in NOTÍCIA, VIDA BANCÁRIA | Etiquetado: , , , | 1 Comment »

Como saldar seus compromissos durante a greve dos bancários

Posted by Armando em 20/09/2013

Logo Campanha 2013 emprego de terceira maiorA greve nacional dos bancários entra em seu segundo dia hoje (20/09), em função do impasse formado nas negociações com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), que rejeitou praticamente todas as reivindicações da categoria. Como qualquer greve, os usuários dos serviços bancários, clientes e usuários, sofrem transtornos e são obrigados a procurar alternativas para saldar seus compromissos.

Os maiores problemas estão relacionados ao recebimento de cheques e a realização de depósitos nas agências que estão paralisadas. Como apenas alguns gerentes entram para trabalhar no banco durante a Greve, estes serviços ficam prejudicados, com exceção das instituições que conseguiram manter as portas abertas graças a liminares obtidas na Justiça.

Este ano, o Procon está fiscalizando o atendimento que está sendo feito nos bancos, que são responsáveis por essa situação e, por isso, devem providenciar pessoal e tudo o que for necessário para que seus clientes façam depósitos, saques e outros serviços através dos caixas eletrônicos.

Outra alternativa para saldar compromissos é procurar os correspondentes bancários. Veja neste post algumas opções de serviços bancários que você pode utilizar em Londrina e em outras cidades do País. Em Londrina, o Banco do Brasil oferece serviços nos terminais eletrônicos de suas agências e em outros locais públicos, como shoppings e supermercados. O banco também tem correspondentes bancários credenciados no Estado (clique no link):
BB-Paraná.Em algumas capitais e em outras cidades é possível utilizar os serviços do BB através de seus parceiros, como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Nordeste do Brasil. Outra opção oferecida é o Banco Popular do Brasil.

A Caixa Econômica Federal tem como alternativa de serviços durante a Greve dos bancários as casas lotéricas, além dos correspondentes, chamados CAIXA AQUI. Neste link também é possível encontrar estes atendimentos em outras localidades do Brasil.

Os clientes da Caixa podem sacar dinheiro nas lotéricas, terminais eletrônicos que estão disponíveis em locais públicos, como, por exemplo, em Londrina nos supermercados maiores, na UEL (Universidade Estadual de Londrina), HU (Hospital Universitário) e no Hospital de Clínicas) e também nos terminais do Banco do Brasil disponíveis em estabelecimentos comerciais.

Bradesco, Itaú, Santander e HSBC também têm terminais eletrônicos em alguns estabelecimentos comerciais da cidade.

Outra opção de atendimento para clientes de bancos é o Caixa 24 Horas. Existem diversos terminais eletrônicos deste serviço, que presta serviços para diversas instituições financeiras. Se com estas dicas ainda está difícil resolver seu problema, em função da Greve dos bancários, tente ligar para as Ouvidorias dos bancos ou até mesmo para o Banco Central. Veja abaixo os números dos telefones e os endereços dos sites dos maiores bancos que atuam no Brasil:

LIGA PRA ELES

Banco do Brasil: 0800 729-0722    – site: www.bb.com.br
Bradesco: 0800 704-8383          – site: www.bradesco.com.br
Caixa: 0800 726-0101                   – site: www.caixa.gov.br
HSBC: 0800 701-3904                   – site: www.hsbc.com.br
Itaú: 4004-4828                      – site: www.itau.com.br
Santander: 0800 762-7777       – site: www.santander.com.br
Safra: 0800 770 1236                      – site: www.safra.com.br
BMB:  0800 70 70 391                   – site: www.mercantildobrasil.com.br

Banco Central: 0800 979-2345 – www.bcb.gov.br

Posted in NOTÍCIA | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Bancários colocam Campanha Salarial nas ruas

Posted by Armando em 07/08/2013

Vida1278CapaA categoria bancária já está com a Campanha Salarial 2013 nas ruas. Com data-base em 1º de setembro, os trabalhadores do setor mais lucrativo do País reivindicam reajuste de 11,93%, que contempla a reposição da inflação acumulada nos últimos 12 meses mais aumento real de salários, Participação nos lucros de três salários mais o valor de R$ 5.553,15, além de melhores condições de saúde e segurança.

De acordo com a edição desta semana do jornal VIDA BANCÁRIA, produzido pelos Sindicatos de Bancários de Londrina, Apucarana, Arapoti e Cornélio Procópio, a Minuta de Reivindicações foi entregue à Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), ao Banco do Brasil e à Caixa Econômica Federal no dia 30 de julho. A primeira rodada de negociação com a Fenaban ocorrerá amanhã (8/08).

O presidente do Sindicato dos Bancários de Londrina, Wanderley Crivellari, afirma que a Campanha não visa apenas avanços salariais e condições de trabalho nos bancos, mas também contrapartidas do setor mais lucrativo da sociedade para o país.

“Este ano voltamos a cobrar a responsabilidade social dos bancos no sentido de que ampliem os postos de trabalho na categoria para gerar novos empregos, melhorar a distribuição de rende, bem como o atendimento ao público. Mas também queremos a realização de uma Conferência para discutir a Regulamentação do Sistema Financeiro Nacional e defendemos a Reforma Tributária, como forma de combater as injustiças e estabelecer a progressividade na cobrança dos impostos”, adianta Wanderley.

Veja as principais reivindicações

> Reajuste salarial de 11,93%, composto de 5% de aumento real, além da inflação projetada de 6,6%.

> PLR: três salários mais R$ 5.553,15.

> Piso: R$ 2.860,21 (salário mínimo do Dieese).

> Vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$ 678 ao mês para cada (salário mínimo nacional).

> Melhores condições de trabalho, com o fim das metas abusivas e do assédio moral.

> Emprego: fim das demissões, mais contratações, aumento da inclusão bancária, combate às terceirizações, especialmente ao PL 4330 que precariza as condições de trabalho, além da aprovação da Convenção 158 da OIT, que proíbe as dispensas imotivadas.

> Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para todos os bancários.

> Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós-graduação.

> Prevenção contra assaltos e sequestros, com o fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários.

> Igualdade de oportunidades para bancários e bancárias, com a contratação de pelo menos 20% de trabalhadores afrodescendentes.

Clique nos links para ler a edição desta semana do VIDA BANCÁRIA:

Capa

Pág. 2

Pág. 3

Pág. 4

Posted in NOTÍCIA, VIDA BANCÁRIA | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

VIDA BANCÁRIA desta semana destaca os anseios da categoria na Região de Londrina para a Campanha 2013

Posted by Armando em 11/06/2013

Vida1271CapaCaros leitores, volto a postar no Blog o informativo VIDA BANCÁRIA, produzido por este humilde jornalista, após longo período de ausência. Peço desculpa àqueles que sempre conferiam as últimas notícias a respeito da categoria bancária no Norte do Paraná, em especial o leitor ou leitora que costuma acessar da Alemanha o VIDA assim que o mesmo é postado, mas deixei de fazer esta publicação nos últimos três meses por falta de tempo e de cabeça, pois minha querida mãe, Dona Azize Nemer, ficou longo período internada no hospital até nos deixar.

Na edição desta semana o jornal dos Sindicatos de Bancários de Londrina, Apucarana, Arapoti, Cornélio Procópio aborda os resultados da Consulta feita à categoria para levantar as prioridades na Campanha Salarial 2013. Como era de se esperar, o aumento real de salário foi a principal demanda apontada por bancários e bancárias.

No quesito emprego, a categoria acredita que o movimento sindical deve lutar por mais empregos e pela instituição das regras previstas na Convenção 158 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que proíbem demissões imotivadas, coisa que os bancos fazem a bel prazer.

Outra matéria de destaque no VIDA 1.271 aborda o Encontro Nacional dos dirigentes sindicais do Banco Santander, realizado no dia 5 de junho, em São Paulo. O jornal também traz informes sobre a devolução dos 60% do desconto feito nos salários dos bancários que atuam na Região de Londrina referentes ao Imposto Sindical. Esta prática vem sendo feita há 17 anos pelo Sindicato dos Bancários de Londrina, como forma de combater essa taxa criada em 1943 por Getúlio Vargas.

Matéria na página 4 traz detalhes a respeito da mobilização organizada pela CUT e demais Centrais Sindicais com o objetivo de impedir a aprovação do Projeto de Lei 4330/2004, que regulamenta a terceirização no Brasil na forma como querem as empresas.

Para ler a edição do VIDA BANCÁRIA desta semana clique nos links abaixo ou acesse o site: www.vidabancária.com.br.

Capa

Pág. 2

Pág. 3

Pág. 4

Posted in NOTÍCIA, VIDA BANCÁRIA | Etiquetado: , | Leave a Comment »

Diretoria do Banco do Brasil atropela direitos dos funcionários ao implantar jornada de seis horas

Posted by Armando em 29/01/2013

Vida1253-CapaA diretoria do Banco do Brasil implementou no dia 27 de janeiro de 2013 um novo plano de funções comissionadas para enquadrar os funcionários em regras definidas sem qualquer negociação com a Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Financeiro).

Na Campanha Salarial do ano passado o funcionalismo do BB conseguiu garantir o compromisso da instituição financeira de implantar a jornada de seis horas, mas ao invés de abrir o diálogo em torno disso, preferiu, mais uma vez, agir de forma unilateral.

O detalhamento destas mudanças está na Capa do jornal VIDA BANCÁRIA, produzido em conjunto pelos Sindicatos da categoria nas bases territoriais de Londrina, Apucarana, Arapoti e de Cornélio Procópio. O movimento sindical deve ingressar com ações na Justiça do Trabalho para garantir a manutenção do padrão salarial dos funcionários do Banco do Brasil.

Segundo Gisa Bisotto, secretária Geral do Sindicato dos Bancários de Londrina, o banco agiu de forma intransigente, se recusando a negociar com o movimento sindical o plano e impondo redução de salários e extinção de funções. “Mais uma vez a direção do BB fugiu do diálogo e promoveu mudanças internas prejudicando milhares de funcionários que já deveriam estar fazendo a jornada legal de seis horas”, avalia.

Em 2012, a Contraf-CUT mobilizou os funcionários do BB para pressionar o cumprimento da jornada de seis horas, que está prevista na legislação para a categoria bancária. A diretoria se recusou a discutir o tema, alegando que o mesmo se tratava de uma questão de “gestão”, não cabendo por isso o diálogo.

Com as mudanças colocadas em prática agora, o banco criou dois tipos de funções, uma gratificada e outra de confiança. Na primeira, o funcionário poderá optar pelas seis horas de trabalho, mas terá redução em seu salário. Para aqueles que optarem pela função de confiança não haverá mudança na remuneração, mas terão que assinar um Termo de Opção de Posse para Exercício da Função de Confiança. O funcionário que não assinar o Termo no prazo de seis dias, contados a partir do dia 28/01, serão descomissionados.

O jornal traz ainda nesta edição informações sobre os problemas enfrentados por funcionários do Banco do Brasil em Cornélio Procópio. A agência da instituição financeira na cidade passa por reformas há vários meses, causando transtornos aos bancários, clientes e à população. Outra notícia do VIDA trata da inauguração da nova agência do BB em Lupionópolis, acabando com a falta de condições de trabalho e de atendimento ao público verificados no prédio anterior.

Leia também no VIDA BANCÁRIA desta semana matéria sobre a isenção do Imposto de Renda para os bancários que receberam até R$ 6 mil a título de PLR (Participação nos Lucros e Resultados). A segunda parcela da PLR deve ser paga pelos bancos até o dia 1º de março de 2013.

Clique nos links abaixo para ler o VIDA BANCÁRIA na íntegra:

Capa

Pág. 2

Pág. 3

Pág. 4

Posted in NOTÍCIA, VIDA BANCÁRIA | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

Vida Bancária denuncia descaso dos bancos com o emprego

Posted by Armando em 23/01/2013

Vida1252-CapaA edição desta semana do jornal VIDA BANCÁRIA, informativo dos Sindicatos de Bancários de Londrina, Apucarana, Arapoti e de Cornélio Procópio, traz como destaque este importante assunto. Líderes em lucros e em demissões, o Itaú e o Santander se recusaram a discutir a questão do emprego durante audiências realizadas no início deste mês no MPT (Ministério Público do Trabalho).

As audiências foram solicitadas pela Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) em função do elevado número de fechamento de postos de trabalho nestas duas instituições financeiras no ano passado.

No Itaú, entre janeiro e setembro de 2012 foram cortados 7.831 empregos, visando fazer com que o banco atinja o índice de eficiência almejado por Roberto Setúbal. Este índice mede o quanto a instituição financeira gasta para gerar receitas, ou seja, quanto menor os gastos com pessoal, maior o lucro.

No Santander, somente no mês de dezembro de 2012 foram fechados 955 postos de trabalho no Brasil com o objetivo de ampliar o volume de recursos a serem enviados para a matriz, na Espanha, visando conter os efeitos da crise financeira. A filial brasileira do banco espanhol é responsável por 26% do lucro mundial do grupo.

“O Itaú e o Santander estão na contramão da corrente que busca ampliar o desenvolvimento do Brasil. Preocupados em elevar ainda mais seus lucros, estes dois bancos estão descartando bancárias e bancárias, em especial os com mais tempo de trabalho, para reduzir as despesas com pessoal, como se isso fosse necessário para não abalar suas finanças”, observa Wanderley Crivellari, presidente do Sindicato dos Bancários de Londrina.

O VIDA BANCÁRIA desta semana destaca ainda o golpe dado pelo HSBC Bank nos funcionários ao promover mudanças no Plano de Saúde dos funcionários. Esperto, o banco inglês isentou do pagamento das contribuições mensais bancários e bancárias titulares do Plano, o que levará estes a não terem direito à cobertura de serviços médicos quando forem demitidos. Além disso, o HSBC aumentou os valores das mensalidades dos dependentes, dos aposentados e da coparticipação, inviabilizando o uso do Plano de Saúde.

O informativo traz também informações a respeito das negociações permanentes com o Banco do Brasil e com a Caixa Econômica, entre outros assuntos. Leia mais detalhes clicando nos links abaixo:

Capa

Pág. 2

Pág. 3

Pág. 4

Posted in NOTÍCIA, VIDA BANCÁRIA | Etiquetado: , , | Leave a Comment »

Bancários renovam Acordo de Combate ao Assédio Moral

Posted by Armando em 27/11/2012

A Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Financeiro) assinou hoje (26/11), em São Paulo, o Acordo Coletivo de Trabalho com a Fenaban e os principais (maiores) bancos que operam no País que visa combater o assédio moral no setor financeiro. Conquistado com a mobilização dos bancários na Campanha Salarial 2010, este instrumento possibilita aos bancos a adesão ao Protocolo para Prevenção de Conflitos no Ambiente de Trabalho.

Segundo informa a edição desta semana do VIDA BANCÁRIA, jornal dos Sindicatos de Bancários de Londrina, Apucarana, Arapoti e Cornélio Procópio, a novidade deste ano é a adesão do Banco do Brasil. “Este é um importante canal de combate ao assédio moral no setor financeiro. Muitos bancários e bancárias ainda têm medo de utilizá-lo para formular denúncias, mas garantimos sigilo total às vítimas para evitar retaliações”, afirma Wanderley Crivellari, presidente do Sindicato dos Bancários de Londrina.

Através deste canal, o bancário formula a denúncia de assédio moral junto ao Sindicato, que garante o sigilo do autor da mesma, repassando ao banco a reclamação. Este, por sua vez, tem o prazo de 60 dias para averiguar a postura de seus gestores e apresentar resposta sobre o que foi feito para coibir tal prática.

Além do Banco do Brasil, também aderiram ao Acordo o Itaú, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Santander, HSBC, Safra, BIC, Votorantim e o Citibank.

O VIDA desta semana destaca novo protesto do Sindicato dos Bancários de Londrina na maior agência do Banco Itaú em função do desligamento de dois funcionários nos últimos dias.

O jornal traz ainda detalhes a respeito de ação contra o Itaú, movida pela Afab (Associação dos Funcionários Aposentados do Banestado), pela restituição de valores ao Funbep (fundo de pensão dos funcionários do Banestado). O banco foi condenado pela 7ª Turma do Tribunal de Justiça do Paraná a pagar ao Plano I do fundo o valor de R$ 237 milhões.

“Apesar de ter reconhecido sua responsabilidade em arcar com esse déficit, o Itaú, que teve deduzido o valor na precificação do Banestado, deixou de cumprir este compromisso e passou a utilizar os recursos do próprio fundo para equilibrar as contas”, afirma Divonzir Lemos Carneiro, presidente do Sindicato dos Bancários de Cornélio Procópio.

Outra importante matéria do informativo dos bancários do Norte do Paraná traz um relato a respeito de reunião realizada no dia 23 de novembro, em Osasco (SP), entre dirigentes sindicais o Banco Bradesco e sua Seguradora. Na ocasião foram apresentados os números de novos credenciamentos de profissionais e clínicas que passaram a atender os Planos de Saúde e Dental dos funcionários.

Leia o VIDA BANCÁRIA na íntegra clicando nos links abaixo:

Capa

Pág. 2

Pág. 3

Pág. 4

Posted in NOTÍCIA, VIDA BANCÁRIA | Etiquetado: , , , , | Leave a Comment »

 
%d blogueiros gostam disto: